00:02 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 273
    Nos siga no

    O ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif e sua colega da União Europeia, Federica Mogherini fizeram um comunicado conjunto, em Lausanne, sobre os resultados das negociações.

    Principal oficial para política externa da União Europeia, Mogherini afirmou que todas sanções impostas pela UE e pelos EUA relacionada ao tema nuclear serão retiradas.

    "A União Europeia encerrará a implementação de todas sanções econômicas e financeiras relacionadas ao tema nuclear, e os Estados Unidos terminarão a aplicação de sanções financeiras relacionadas ao tema nuclear", disse Mogherini durante a coletiva.

    Presidente dos EUA Barack Obama faz declaração na Casa Branca após alcançar acordo sobre programa nuclear iraniano, em 2 de abril, 2015.
    © AFP 2021 / NICHOLAS KAMM
    O Conselho de Segurança da ONU e vários países impuseram uma série de sanções ao Irã, acusando o país de desenvolver armas nucleares sob um suposto programa civil — alegação seguidamente negada por Teerã.

    O mesmo tempo, o ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Mohammed Zarif, disse o país continuaria a enriquecer urânio dentro de um programa nuclear pacífico e nos moldes do acordo a que se chegou nesta quinta-feira — cuja redação estará finalizada até 30 de junho. Teerã poderá vender urânio enriquecido em troca de urânio natural, completou Zarif. Segundo o ministro, contudo, ainda há diferenças entre o Irã e os Estados Unidos.

    Mogherini alertou que o armazenamento de urânio do Irã será limitado. Segundo o acordo, apenas a instalação de enriquecimento de Natanz continuará operando. A base de Fordow será convertida em um local de física nuclear. A diplomata da UE ressaltou ainda que as soluções encontradas nas negociações dos últimos dias servirão de base para um futuro acordo entre o P5+1 e Teerã.

    Zarif também declarou que todas resoluções do Conselho de Segurança da ONU serão invalidadas sob o futuro acordo nuclear e disse ainda que serão criados mecanismos para verificar que o acordo será implementado.

    Mais:

    O que têm os EUA, Irã e Arábia Saudita em comum?
    Tags:
    Irã, John Kerry, Federica Mogherini, Mohammed Javad Zarif, União Europeia, P5+1, acordo, programa nuclear iraniano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar