11:49 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados nigerianos comemoram vitória sobre o Boko Haram

    Nigéria recupera cidade-sede do “califado” do Boko Haram

    © AFP 2017/ NICHOLE SOBECKI
    Mundo
    URL curta
    0 39941

    As Forças Armadas da Nigéria retomaram a cidade fronteiriça de Gwoza, no nordeste do país, que havia se tornado um reduto do grupo terrorista Boko Haram, segundo anunciaram as autoridades do país nesta sexta-feira (27), véspera das eleições presidenciais nigerianas.

    Muitos terroristas morreram, muitos foram capturados, e os militares continuam “limpando” a área para neutralizar os últimos remanescentes do grupo radical islâmico, segundo informa uma mensagem divulgada pelo Twitter das Forças Armadas da Nigéria.

    De acordo com um tweet anterior, as forças do governo destruíram a sede do "autodenominado califado dos terroristas". O Boko Haram havia tomado o controle sobre Gwoza e declarado um califado na cidade em agosto de 2014.

    Na semana passada, o presidente nigeriano Goodluck Jonathan disse esperar que todos os territórios atualmente controlados pelo Boko Haram no nordeste da Nigéria sejam retomados dentro de um mês. 

    Amanhã (28), cerca de 69 milhões de nigerianos vão às urnas para escolher o novo presidente e o parlamento do país. O atual chefe de Estado está na corrida para um segundo mandato, polarizando a disputa com o general Muhammadu Buhari, que já governou o país à frente de uma junta militar entre 1983 e 1985. 

    Mais:

    Boko Haram já matou mais de mil civis neste ano na Nigéria
    Autoridades nigerianas não têm pistas das 200 meninas sequestradas pelo Boko Haram
    Mais de 500 militantes do Boko Haram são mortos em ofensiva do Níger
    Tags:
    eleições, terrorismo, Boko Haram, Goodluck Jonathan, Muhammadu Buhari, Gwoza, Nigéria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik