20:32 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Líder da República Popular de Donetsk (RPD),  Alexander Zakharchenko

    RPD: EUA já estão fornecendo armas letais a Kiev

    © Sputnik/ Igor Maslov
    Mundo
    URL curta
    0 1473418

    Os Estados Unidos já estão fornecendo armas para as forças armadas ucranianas, segundo afirmou o líder da autoproclamada República Popular de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, nesta terça-feira (24).

    "Os Estados Unidos já estão enviando armas. Por exemplo, em Debaltsevo vimos munição norte-americana. Isso é uma arma letal", disse ele em entrevista coletiva. "Aviões da OTAN pousam nos aeroportos de Dnipropetrovsk, Zaporizhia e Kharkov todos os dias."

    Além disso, Zakharchenko disse que a Ucrânia está trazendo suas armas pesadas de volta para a linha de contato no leste do país, contrariando as disposições acertadas nos acordos de Minsk. "A Ucrânia não retirou as armas. Ela está trazendo-as de volta. A retirada foi uma farsa", disse ele.

    As forças independentistas estão esperando mais provocações por parte dos batalhões de voluntários ucranianos, “que já disseram que não estão obedecendo às ordens de Kiev", segundo o líder da RPD.

    Zakharchenko disse ainda que, caso a situação se agrave, as forças ucranianas podem preparar ataques em três direções – ao sul, a noroeste e na área de Debaltsevo, a fim de isolar a República de Donetsk da também autoproclamada República Popular de Lugansk.

    "Da forma como eu vejo a situação, acredito que haverá três ataques", disse Zakharchenko. O principal grupo das forças ucranianas, segundo ele, está concentrado nas áreas de Volnovakha, Krasnogolovka, Artyomovsk, Kurakhovo e outras comunidades nos arredores.


    Mais:

    Zakharchenko: milícias terminam operação em Debaltsevo
    Líder da RPL não entende por que motivo Poroshenko quer comprar armas
    Yatsenyuk: Ucrânia perdeu um quarto da economia por causa do conflito no Donbass
    Tags:
    armas letais, Acordos de Minsk, Aleksandr Zakharchenko, RPD, Donbass, EUA, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik