11:48 19 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    BRICS

    BRICS assinam acordo de cooperação em ciência, tecnologia e inovação

    © Foto: gcms.pl
    Mundo
    URL curta
    BRICS: organização do futuro (189)
    0 1731392

    O Ministério da Educação e Ciência da Rússia recebeu no domingo, 22, uma ordem do Primeiro-Ministro Dmitry Medvedev solicitando a assinatura do Memorando que deverá reger a cooperação dos países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) nas áreas de ciência, tecnologia e inovação.

    De acordo com este documento, elaborado em conformidade com todas as leis e aprovado por todos os membros do bloco, os cinco países estabelecerão uma ativa cooperação nas áreas de sustentabilidade e segurança agrícola, capacidade de resistência a desastres naturais, e monitoramento e resolução de problemas ligados a mudanças climáticas.

    Além disso, o Memorando prevê uma estreita cooperação no desenvolvimento de fontes alternativas de energia renovável, bem como um trabalho conjunto no setor espacial e na área médica, não apenas o desenvolvimento de medicamentos, mas também introduzindo tecnologias de ponta na prestação de cuidados aos pacientes.

    A assinatura do Memorando Sobre Cooperação nas Áreas Científica, Tecnológica e de Inovação foi realizada na semana passada no Palácio Itamaraty, em Brasília, pelos ministros da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Apesar de sua versão final, o documento poderá no futuro receber pequenas emendas e alterações.

    O evento marcou o 2º Encontro de Ministros de Ciência, Tecnologia e Inovação dos BRICS, o primeiro tendo sido realizado em fevereiro de 2014 na África do Sul.

    Na opinião do ministro brasileiro da pasta, Aldo Rebelo, os documentos assinados na semana passada (incluindo o Memorando) "constituem sinais claros da vitalidade e do dinamismo dos Brics, que estão assentados sobre bases muito firmes, seguras e sólidas, porque a iniciativa reúne as esperanças dos nossos povos e das nossas sociedades e tem o respaldo e o apoio dos nossos parlamentos, dos nossos poderes executivos".

    "Essa reunião coloca um importante tijolo na construção desse edifício que nós iniciamos há tão pouco tempo, mas que tem progredido como se fosse muito antigo" — concluiu o ministro.

    Tema:
    BRICS: organização do futuro (189)

    Mais:

    Cúpula de Ufá vai decidir destino do BRICS
    Diretor-executivo do FMI: “Entre os BRICS, Índia é o país que tem melhor desempenho”
    Diretor-executivo do FMI: “Rio de Janeiro deveria ser a sede do Fundo dos BRICS”
    Tags:
    BRICS
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik