08:40 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (177)
    0 119
    Nos siga no

    Conselho Europeu condiciona a retirada das sanções ao cumprimento dos acordos de Minsk.

    A decisões sobre as sanções econômicas da União Europeia contra a Rússia serão tomadas nos próximos meses. UE está pronta para adotar novas medidas, caso seja necessário, segundo o comunicado da cúpula dos líderes do Conselho Europeu, ao qual a agência Sputnik teve acesso. 

    “O Conselho Europeu decidiu que a continuidade das medidas de restrição contra a Federação da Rússia, adotadas em 31 de julho de 2014 e intensificadas em 8 de setembro de 20014, deverá estar fortemente atrelada à realização dos acordos de Minsk, levando em conta que as mesmas se referem às sanções válidas até o dia 31 de dezembro de 2015. As decisões necessárias neste âmbito serão tomadas nos próximos meses. O Conselho Europeu está pronto para adotar medidas adicionais, em caso de necessidade”, informa o documento. 

    Ao ser questionado sobre o tema, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, reforçou as determinações do comunicado.  

    “Após reunião de hoje com a chanceler (da Alemanha) Angela Merkel e com o presidente (da França) François Hollande, eu posso comentar que as nossas intenções são muito claras. Devemos manter as sanções em vigor, enquanto os acordos de Minsk não sejam completamente cumpridos”, concluiu Tusk.

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (177)
    Tags:
    Rússia, União Europeia, Bruxelas, Angela Merkel, François Hollande, Donald Tusk, Comissão Europeia, Cúpula da Comissão Europeia, sanções, Acordos de Minsk
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar