06:19 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Grécia e símbolo do euro.

    Parlamento grego aprova lei "antipobreza" sem aval de credores internacionais

    © REUTERS/ Alkis Konstantinidis
    Mundo
    URL curta
    0 254120

    O Parlamento grego aprovou nesta quinta-feira uma lei "antipobreza" que prevê o fornecimento de energia elétrica gratuita e vale-refeição para famílias de baixa renda, apesar de não ter recebido o sinal verde de credores internacionais, o que representa mais um obstáculo às negociações de socorro ao país.

    Esta é a primeira vez que os parlamentares aprovam uma lei desde as eleições de janeiro, nas quais o partido esquerdista Syriza, liderado pelo agora primeiro-ministro Alexis Tsipras, se saiu vencedor. As medidas devem custar 200 milhões de euros ao governo, que prometeu compensar os gastos cortando despesas de ministérios e adotando um sistema mais transparente para a concessão de contratos públicos.

    Em um discurso no Parlamento, Tsipras disse aos parlamentares, antes da votação, que o projeto é do interesse do país e que a Grécia vai avançar com outros movimentos que não foram aprovados pelos credores internacionais, incluindo a reabertura de sua emissora estatal. "Esta é a primeira lei em cinco anos que não tira nada das pessoas, mas sim oferece", disse Tsipras.

    Na esperança de encontrar uma solução política, o primeiro-ministro grego se reunirá nesta quinta-feira com a chanceler alemã, Angela Merkel, o presidente francês, François Hollande, o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e Jeroen Dijsselbloem, que lidera o grupo de ministros das Finanças da zona do euro, depois de uma reunião de cúpula da UE em Bruxelas. Já no início de abril, o chefe de governo grego fará uma visita oficial à Rússia. 

    fonte: Estadão Conteúdo


    Mais:

    Saída da Grécia da zona do euro pode deflagrar um efeito dominó
    Para Alemanha, Grécia deve ficar na zona do euro, mas precisa cumprir promessas
    Eurogrupo pede que Grécia acelere pacote de reformas
    Grécia pretende ser “ponte” entre UE e Rússia
    Tags:
    economia, Alexis Tsipras, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik