06:23 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Barack Obama

    Global Research: Obama odeia a Rússia

    © AFP 2017/ NICHOLAS KAMM
    Mundo
    URL curta
    0 281

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, odeia a Rússia e sua política, não só em relação à Ucrânia, mas também em relação à Síria, Irã e outros países, está sujeita a apenas um objetivo – enfraquecer a Rússia.

    É o que diz o centro de pesquisa e mídia canadense Global Research.

    Segundo a publicação, na obsessão pela ideia de derrubar Bashar Assad, os Estados Unidos permitiram que armas modernas fossem entregues nas mãos de militantes do Estados Islâmico que combatem na Síria, e isso não é por acaso.

    Segundo o Global Research, "Bashar Assad é um aliado da Rússia, e o principal objetivo da política externa de Obama é vencer a Rússia, e não o extremismo islâmico". Meios de comunicação consideram que até os ataques norte-americanos contra posições de extremistas do Estado Islâmico e Iraque levam a expansão de territórios controlados pela organização na Síria.

    O centro de pesquisa canadense ressalta também que a Síria é uma peça-chave para substituir o papel que a Rússia ocupa de principal fornecedor de gás natural à Europa. De acordo com a publicação, a Síria é a única barreira no caminho do gasoduto do Qatar através da Arábia Saudita, Jordânia e Turquia para a União Europeia. O artigo destaca que a construção de um vetor como esse possibilitaria ao Qatar a concorrer com a Rússia ao posto de maior mercado de gás na Europa.

    Anteriormente, Obama havia apoiado a Irmandade Muçulmana, patrocinada pelo Qatar, mas eles mostraram não ser efetivos na Síria. Agora, segundo o Global Research, os Estados Unidos passaram a apoiar o Estados Islâmico, patrocinado pela Arábia Saudita.

    No entanto, mesmo em caso da derrubada de Assad, como aponta a publicação, a próxima questão para os Estados Unidos pode se tornar a Turquia, visto que o país já chegou a um acordo com a Rússia sobre o fornecimento de gás russo à Europa.

    Mais:

    Obama prorroga sanções contra Rússia por mais um ano
    Árvore plantada por Barack Obama na Índia está secando
    Mídia alemã: Obama ameaçou Putin antes da reunião de Minsk
    Tags:
    opinião pública, mídia, Irmandade Muçulmana, Estado Islâmico, Barack Obama, Irã, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik