15:36 30 Março 2017
Ouvir Rádio
    Secretário de Estado dos EUA, John Kerry

    Kerry ameaça Rússia com novas sanções mas reconhece que elas não mudam posição de Putin

    © REUTERS/ Michael Dalder
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)
    0 1680418

    Os EUA ameaçam a Rússia com a introduçãode novas medidas que poderão prejudicar a economia russa. Isso acontecerá “caso os acordos de Minsk não sejam respeitados”, disse nesta segunda-feira (2) o secretário de Estado norte-americano John Kerry numa coletiva de imprensa.

    “Eu declarei mais uma vez que é urgente que os líderes russos e os separatistas apoiem o cumprimento e o total respeito pelos Acordos de Minsk e os implementem em todos os locais, inclusive em Debaltsevo, na área de Mariupol e em outros lugares estratégicos. Eu também sublinhei que se isto não acontecer… neste caso inevitavelmente terão lugar consequências que atingirão a economia russa, a qual já enfrenta problemas”, afirmou.

    Ao mesmo tempo, Kerry considera que as sanções antirrussas têm uma influência bastante significativa sobre a economia russa, mas que esta influência não é suficiente para que o presidente russo Vladimir Putin mude a sua posição.

    Por sua vez, o seu homôlogo russo Sergei Lavrov afirmou que, no encontro de hoje em Genebra, a questão não foi abordada.

    "Eu sei que esta é a posição oficial dos EUA, que foi proferida mais que uma vez. Mas, sinceramente, no encontro com John Kerry não abordamos essa questão", disse Lavrov.

    Kiev está realizando, desde meados de abril de 2014, uma operação militar para esmagar os independentistas no leste da Ucrânia, que não reconhecem a legitimidade das novas autoridades ucranianas, chegadas ao poder em resultado do golpe de Estado ocorrido em fevereiro de 2014 em Kiev. Segundo os últimos dados da ONU, mais de 5.700 civis já morreram em resultado deste conflito.

    Desde 9 de janeiro deste ano, a intensidade dos bombardeios na região aumentou, bem como o número de vítimas do conflito. Isto fez regressar ambas as partes às negociações. 

    O novo acordo de paz, firmado em Minsk entre os líderes da Rússia, da Ucrânia, da França e da Alemanha, inclui um cessar-fogo global no leste da Ucrânia. Segundo o acordo, o armistício deve ser seguido pela retirada das armas pesadas da zona de conflito, processo que já se iniciou.

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)
    Tags:
    sanções, John Kerry, EUA, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik