03:13 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Chanceler grego, Nikos Kotzias

    Grécia pretende ser “ponte” entre UE e Rússia

    © Sputnik/ Yevgeny Biyatov
    Mundo
    URL curta
    0 91

    Chanceler grego quer também que projeto Blue Stream seja “gasoduto de Heitor”. A Grécia pode atuar como uma “ponte” entre a União Europeia e a Rússia, afirmou, em uma entrevista exclusiva à Sputnik, o novo chanceler grego, Nikos Kotzias.

    “Como ministro das Relações Exteriores, eu formulei a seguinte posição: a Grécia, como o Chipre, pertence à União Europeia, nós não nos vemos fora dos limites dela”, disse Kotzias, destacando ao mesmo tempo os laços históricos, culturais e religiosos que ligam a Grécia e a Rússia.

    “Nunca houve guerra entre os nossos países, nós nunca fomos inimigos um ao outro, nunca houve nenhuma tensão negativa, que, sim, houve com outros países membros da UE. Isto significa que o nosso país pode desempenhar o papel de ponte [entre a UE e a Rússia]”, declarou o ministro.

    Além disso, Kotzias insistiu que a rica história une não só a Grécia com a Rússia, senão a Grécia com outros países do grupo BRICS. A Grécia teve contatos históricos com a Índia, e a qualidade do seu desenvolvimento cultural e social permite uma comparação com a China, sublinha o chanceler.

    Além de ponte política entre a UE e a Rússia, o ministro grego quer que o seu país seja uma ponte econômica. Comentando o projeto do gasoduto Blue Stream, que deverá substituir o projeto suspendido South Stream, Kotzias disse o seguinte:

    “A Grécia planeja ser um elo de ligação, inclusive no que toca ao gasoduto, que tem início na Turquia. Por isso, o projeto pode ser chamado de “gasoduto de Heitor”, aquele herói de Tróia, que irá atingir todos os cantos do Mediterrâneo”.

    Tags:
    Blue Stream, gás, BRICS, Nikos Kotzias, Chipre, Turquia, União Europeia, Grécia, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik