23:46 26 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Reunião dos líderes do BRICS

    Cooperação estratégica é prioridade da presidência russa no BRICS

    © Sputnik/
    Mundo
    URL curta
    BRICS: organização do futuro (189)
    0 934181

    Transformar o BRICS em "um mecanismo de escala total de cooperação estratégica na política mundial e na economia" será uma prioridade para a presidência russa do bloco este ano, segundo declarou nesta sexta-feira (27) o líder da Duma (câmara baixa do Parlamento russo), Sergey Naryshkin.

    Falando a um grupo de discussão sobre a cooperação russo-indiana dentro do grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, ele afirmou que a prioridade de Moscou é conseguir “soluções estratégicas para toda a gama de questões de interesse mútuo – da luta contra o terrorismo e a ameaça das drogas aos serviços de saúde públicos e a agricultura". 

    No âmbito financeiro, a Rússia espera que o novo banco de desenvolvimento do BRICS comece a funcionar o mais cedo possível, segundo reiterou Naryshkin. Segundo ele, "uma estratégia de parceria econômica entre as nações BRICS e um roteiro para a cooperação na área de investimentos podem servir como um guia para o banco". O funcionário disse ainda que a Rússia atribuiu particular importância ao "reforço da cooperação dos países na promoção da reforma do sistema monetário e financeiro internacional". 

    Além disso, ele afirmou que o BRICS foi "um formato promissor que já provou a sua viabilidade", especialmente no que diz respeito à importância do diálogo e da cooperação no mundo moderno "multifacetado e multipolar", e quando, em suas palavras, a "crescente desconfiança global tornou-se uma ameaça real".

    Tema:
    BRICS: organização do futuro (189)

    Mais:

    Assembleia parlamentar dos BRICS pode sair do papel em breve
    Senado russo ratifica criação do Banco dos BRICS
    Banco de Desenvolvimento do BRICS é alternativa credível ao FMI
    Tags:
    cooperação, BRICS, África do Sul, China, Índia, Brasil, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik