00:18 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Confrontos em Kiev

    Kremlin classifica decisão de Kiev sobre mídia russa uma violação das normas democráticas

    Yevgeny Kotenko
    Mundo
    URL curta
    0 191

    O Kremlin afirmou que a decisão de Kiev de privar de acreditação alguns meios de comunicação russos restringe o direito do povo da Ucrânia a receber informações de várias fontes e não atende os padrões de um Estado democrático.

    "Qualquer restrição ao seu povo do direito de receber informações completas a partir de várias fontes não corresponde, sem dúvida, ao entendimento moderno do que é um Estado livre e democrático", disse no sábado (21) o porta-voz do Presidente russo, Dmitry Peskov, em declarações à agência noticiosa russa Interfax.

    "Isso prejudica os cidadãos da Ucrânia, que gostariam de receber essas informações", acrescentou.

    Além disso, observou Peskov, essas medidas não poderão ser eficazes no moderno mundo da informação.

    Entretanto, o porta-voz do Presidente Putin disse: "Mas, é claro, acreditamos que se a Ucrânia está empenhada em se tornar em um país verdadeiramente democrático e livre, pelo menos por uma vez, ela se deve certamente abster de tais restrições”.

    Anteriormente, no dia 21 de fevereiro, o Serviço de Segurança da Ucrânia anunciou a criação de uma lista de meios de comunicação russos em resposta à decisão da Suprema Rada (Parlamento) "Sobre a suspensão temporária da acreditação de jornalistas e representantes de alguns meios de comunicação da Federação da Rússia perante as autoridades oficiais da Ucrânia.”

    Tags:
    jornalistas, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik