07:46 24 Julho 2017
Ouvir Rádio
    O presidente da Federação da Rússia, Vladimir Putin

    Putin realiza reunião sobre questões econômicas

    © Sputnik/ Alexei Druzhinin
    Mundo
    URL curta
    0 34451

    O Presidente da Rússia Vladimir Putin está realizando uma reunião sobre questões econômicas, inclusive o plano anticrise.

    De acordo com o porta-voz presidencial Dmitry Peskov, um dos temas da reunião será a alocação de recursos do Fundo Nacional de Bem-estar.

    Na reunião também participa o vice-primeiro-ministro Arkady Dvorkovich, o ministro das Finanças, Anton Siluanov, o ministro da Energia Aleksandr Novak, o chefe da administração presidencial Sergei Ivanov, o assessor presidencial Andrei Belousov, o ministro dos Transportes Maksim Sokolov, o ministro do Desenvolvimento Econômico Aleksei Ulyukayev, o diretor-geral da empresa Rosatom Sergei Kiriyenko.

    Os políticos discutirão os principais objectivos e resultados esperados da política de Estado na esfera social em 2015, informou esta terça-feira (3 de fevereiro) o serviço de imprensa do Kremlin.

    O presidente anunciou as prioridades do plano anticrise russo: o apoio à indústria, ao mercado de trabalho e ao setor financeiro, e para fazer isso é necessário assegurar um crescimento econômico estável.

    Putin lembrou que o governo já iniciou a implementação do plano anticrise. O presidente reconheceu que para alcance de todos os objetivos serão necessários recursos adicionais.

    "Como nos anos anteriores, quando fomos confrontados com o problema das condições externas, foram utilizadas as ferramentas de nossos fundos de reserva, incluindo o Fundo Nacional de Bem-estar".

    O presidente russo anunciou que o volume do Fundo Nacional de Bem-estar no início deste ano ascendia a cerca de 4,5 trilhões de rublos. Segundo ele, a prioridade de usar os recursos do fundo deve continuar a ser concedida aos grandes investidores nacionais.

    Tags:
    reunião, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik