07:53 25 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Rupert Murdoch

    Justiça dos EUA termina investigação contra empresa de Rupert Murdoch

    © flickr.com/ World Economic Forum
    Mundo
    URL curta
    0 12101

    O Departamento da Justiça dos EUA anunciou, na segunda-feira (2), que não irá continuar a investigação, começada em 2011, sobre as escutas telefônicas e subornos levados a cabo pela empresa News Corp, parte da 21st Century Fox.

    A Justiça estadunidense não apresentará acusações contra os jornalistas e funcionários da News Corp implicados no processo.

    O escândalo em torno das empresas de Rupert Murdoch, um dos maiores magnatas midiáticos do mundo, começou em 2011 e teve como consequência imediata o fechamento do jornal News of the World. Esta publicação foi acusada de ter realizado várias escutas, inclusive de políticos importantes e celebridades. Além disso, os repórteres do jornal hackearam e publicaram mensagens e informações do celular de Milly Dowler, uma menina que tinha sido assassinada no Reino Unido.

    Também o News of the World foi acusado de subornos e de abuso da confiança de suas fontes.

    Os abusos continuaram também depois do fim da publicação. Segundo o jornal The Independent, em 2014, o ex-editor do News of the World, Andy Coulson, foi condenado a um ano e meio de prisão por ter tentado vazar mensagens pessoais do celular do primeiro-ministro britânico, David Cameron. Naquela altura, Coulson era conselheiro de Cameron para as relações com a mídia.

    Durante todo o período da investigação, o proprietário da News Corp, Rupert Murdoch, afirmava desconhecer por completo o que estava passando na redação dos seus jornais e estar surpreso ao saber das escutas.

    Em um comunicado publicado após o anúncio da Justiça norte-americana, o conselheiro-geral do grupo de empresas de Murdoch, Gerson A. Zweifach, disse: "Nós agradecemos que este assunto esteja concluído e reconhecemos a imparcialidade e o profissionalismo do Departamento da Justiça durante esta investigação".

    Mais:

    Equador está pronto para o diálogo com Suécia sobre Assange
    Casa Branca se diz contra fornecimento de armas letais à Ucrânia
    “Cuba precisa de sagacidade e desconfiança ao negociar com os EUA”
    Tags:
    mídia, justiça, Rupert Murdoch, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik