22:17 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    • Médicos levam homem de mesquita Al Noor depois do massacre em Christchurch, em 15 de março de 2019
    • Pessoas perto da mesquita Al Noor depois do tiroteio que abalou cidade de Christchurch, Nova Zelândia, e deixou 49 vítimas mortais, 15 de março de 2019
    • Captura de tela do vídeo filmado pelo atirador que atacou mesquita de Christchurch,Nova Zelândia,  15 de março de 2019
    • Um homem telefona ao lado de um carro com janelas estilhaçadas perto da mesquita Al Noor depois do tiroteio na cidade neozelandesa de Christchurch
    • Um homem e um policial perto da mesquita Al Noor após o tiroteio na cidade de Christchurch
    • Curativos ensanguentados no local do tiroteio na mesquita Al Noor, em Christchurch
    • Polícia escolta testemunhas do tiroteio na mesquita Al Noor em Christchurch, em 15 de março de 2019
    • Polícia armada realiza patrulha em frente a uma mesquita no centro de Christchurch, Nova Zelândia, em 15 de março de 2019
    • Captura de tela do vídeo filmado pelo atirador que atacou mesquita de Christchurch, 15 de março de 2019
    • Carros da polícia na área cercada da mesquita Al Noor em Christchurch, Nova Zelândia, 15 de março de 2019
    • Um policial no local do tiroteio que abalou cidade neozelandesa de Christchurch, em 15 de março
    • Efetivo das forças especiais da polícia da Nova Zelândia na área da mesquita Al Noor em Christchurch, 15 de março de 2019
    • Testemunhas do tiroteio que aconteceu em uma das mesquitas de Christchurch, Nova Zelândia, 15 de março de 2019
    © AP Photo / Mark Baker
    Médicos levam homem de mesquita Al Noor depois do massacre em Christchurch, em 15 de março de 2019.

    Ao menos 49 pessoas foram mortas e 48 pessoas foram hospitalizadas após os tiroteios ocorridos em 15 de março nas mesquitas de Linwood Masjid e Al Noor na cidade neozelandesa de Christchurch.

    A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, declarou que seu país está vivendo um dos dias mais sombrios e condenou o ato de violência inabitual e sem precedentes. O atirador deve se apresentar no Tribunal de Christchurch em 16 de março.

    Mais:

    Sobe para 50 o número de mortos nos ataques contra mesquitas na Nova Zelândia (FOTOS)
    Premiê neozelandesa diz que país tem um dos seus dias mais sombrios
    Tiroteios em mesquitas da Nova Zelândia deixam ao menos 27 mortos
    Tags:
    atentado, vítimas, tiroteio, Nova Zelândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais fotos