23:02 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    6164
    Nos siga no

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse que o trabalho com seu homólogo norte-americano, Joe Biden, "não teve um bom começo" logo após a inauguração da nova administração democrata.

    São conhecidas as tensões entre Ancara e Washington, nomeadamente no que toca à aquisição de armas de fabricação russa, neste caso os sistemas de defesa antiaérea S-400. Tal conflito tem levado os EUA a ameaçarem a Turquia, também membro integrante da OTAN, para a imposição de sanções.

    Erdogan, por sua vez, já afirmou que o país não desistirá do acordo dos sistemas S-400 com a Rússia.

    "Quero que nós [Turquia e EUA], como dois países da OTAN, sejamos amigos, não adversários [...] Porém, a situação atual não é muito boa. Com base em meus quase 19 anos como primeiro-ministro e presidente, posso dizer que, infelizmente, agora não é o melhor momento de nossas relações com os EUA. Trabalhei bem com [George] Bush Jr., [Barack] Obama, [Donald] Trump, mas não posso dizer que começamos bem com [Joe] Biden", disse Erdogan aos jornalistas turcos durante sua visita aos EUA.

    O presidente turco chegou ainda a acusar Washington de fornecer armas para "terroristas" na Síria, bem como criticou os EUA por terem deixado inúmeros equipamentos militares no Afeganistão, acrescentando que o país "pagará um preço" por isso.

    Mais:

    Turquia pretende tornar-se um líder mundial na produção de drones, afirma presidente
    EUA ameaçam impor sanções à Turquia caso Ancara compre novas armas russas
    Empresa de defesa da Turquia revela IMAGENS de novo míssil antitanque portátil KARAOK
    Tags:
    EUA, Turquia, relações bilaterais, tensões, OTAN, Rússia, Recep Tayyip Erdogan, Joe Biden
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar