06:10 16 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    64920
    Nos siga no

    O chefe de política externa da União Europeia, Josep Borrell, declarou neste sábado (15) que o bloco pediu a Moscou que reveja sua decisão de estabelecer uma lista de países hostis à Rússia.

    "Pedimos à Rússia que reveja sua decisão, para evitar uma deterioração ainda maior de nosso relacionamento, que já está sob tensão. A UE continuará coordenando sua posição com seus parceiros", disse Borrell em um comunicado.

    O bloco lamentou a publicação das medidas em resposta a "ações hostis de Estados estrangeiros", classificando "as alegações de ações hostis como infundadas".

    Bandeiras da Rússia, UE, França
    © Sputnik / Vladimir Sergeev
    Bandeiras da Rússia, UE, França

    A Rússia aprovou na última sexta-feira (14) a lista de Estados que não são amigáveis ​​com a Rússia, incluindo países como os Estados Unidos e a República Tcheca.

    Anteriormente, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, havia declarado que Moscou não adicionará países indiscriminadamente à lista de Estados hostis, explicando que qualquer decisão será precedida por uma análise completa, enquanto a lista que foi elaborada pode ser revisada com o tempo. Segundo o ministro, a lista "será, naturalmente, revista" à medida que se desenvolverem as relações com os respectivos países.

    Mais:

    Rússia confirma disposição de cooperar com OTAN e União Europeia
    União Europeia aplica sanções contra pessoas físicas e jurídicas da Rússia, China e Coreia do Norte
    Lavrov: acusações de que a Rússia quer enfraquecer a União Europeia são 'absurdas'
    União Europeia prorroga por 6 meses sanções contra Rússia ligadas à Ucrânia
    Tags:
    Rússia, União Europeia, Josep Borrell, estados, lista
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar