09:43 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    COVID-19 no mundo em meados de maio (35)
    0 01
    Nos siga no

    Em novembro de 2020, Copenhague sacrificou cerca de 17 milhões de visons após registrar surtos de um tipo de coronavírus nos animais. Agora, o governo começou a exumar suas carcaças para posterior incineração.

    De acordo com as autoridades dinamarquesas, a medida pretende eliminar o risco de contaminação causado pela decomposição dos visons. Porém, antes de proceder com a ação, um "teste de exumação" será realizado na cidade de Norre Felding, para dar certezas sobre a segurança do processo.

    Os moradores das áreas próximas já foram alertados para o mau cheiro que pode surgir quando os restos dos animais forem trazidos à superfície.

    "Lamento que isso gere algum ruído e odor, mas acho que os vizinhos preferem [aguentar] um pouco e depois saberem que o problema está resolvido e o risco de contaminação eliminado, do que ficarem na incerteza por muitos anos", disse o ministro da Agricultura, Rasmus Prehn.

    O governo anunciou que a incineração deverá ser concluída em meados de julho.

    No início de novembro de 2020, a Dinamarca ordenou o abate de todos os visons criados internamente em fazendas, 17 milhões no total, depois que uma cepa mutante do coronavírus foi registrada nos animais.

    Fazendeiro mantém um vison em sua fazenda, em meio ao surto da COVID-19, em Gjoel, Dinamarca, 9 de outubro de 2020
    © REUTERS / RITZAU SCANPIX
    Fazendeiro mantém um vison em sua fazenda, em meio ao surto da COVID-19, em Gjoel, Dinamarca, 9 de outubro de 2020

    Na época, a forma de os eliminar foi criticada por especialistas ambientais, por poder representar uma ameaça ecológica, porém, o governo alegou que a decisão era urgente, pois havia necessidade de eliminar os visons imediatamente para evitar a propagação do vírus.

    Em dezembro, Copenhague aprovou uma lei proibindo o cultivo de visons no país até 31 de dezembro de 2021.

    Tema:
    COVID-19 no mundo em meados de maio (35)

    Mais:

    Dinamarca descobre que morte da indústria de visons é 'boa notícia' para natureza
    Dinamarca planeja desenterrar milhares de visons mortos para prevenir poluição
    Tags:
    extermínio, COVID-19, Dinamarca
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar