06:27 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    Ministério das Finanças britânico passou a cogitar a entrada no mercado de criptomoedas com a criação de uma moeda digital. Foi lançada uma força-tarefa no Banco da Inglaterra para desenvolver um novo Tesouro de Sua Majestade.

    O ministro das Finanças do Reino Unido, Rishi Sunak, recomentou o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) nesta segunda-feira (19) a examinar a possibilidade de uma nova moeda digital apoiada pelo banco central, com o objetivo de enfrentar alguns desafios colocados por criptomoedas como bitcoin.

    Segundo a Reuters, uma versão digital da libra esterlina permitiria potencialmente que empresas e consumidores mantivessem contas diretamente no banco e contornassem outras pessoas ao fazer pagamentos, alterando o papel dos credores no sistema financeiro.

    "Estamos lançando uma nova força-tarefa entre o Tesouro e o Banco da Inglaterra para coordenar o trabalho exploratório em uma potencial moeda digital do banco central [CBDC, na sigla em inglês]", afirmou Sunak em uma conferência do setor financeiro.

    Logo depois, Sunak tweetou a indagação "Britcoin" em resposta ao anúncio do Ministério das finanças da força-tarefa.

    "Britcoin?", sugeriu Sunak ao retweetar o post da conta oficial do Tesouro de Sua Majestade que dizia: "Hoje, o chanceler Rishi Sunak anunciou um novo Tesouro de Sua Majestade e uma força-tarefa do Banco da Inglaterra para explorar uma moeda digital do banco central do Reino Unido."

    Outros bancos centrais também estão estudando a possibilidade de criar versões digitais de suas próprias moedas, essencialmente ampliando o acesso aos fundos de bancos centrais que apenas os bancos comerciais podem usar no momento. Isso poderia acelerar os pagamentos internos e externos e reduzir os riscos de estabilidade financeira.

    Ministro das Finanças britânico, Rishi Sunak, participa de uma conferência de imprensa virtual no centro de Londres, 3 de março de 2021
    © REUTERS / Tolga Akmen / Foto de arquivo
    Ministro das Finanças britânico, Rishi Sunak, participa de uma conferência de imprensa virtual no centro de Londres, 3 de março de 2021

    A China está na frente para lançar uma criptomoeda. Na semana passada, o Banco Central Europeu disse que estava estudando uma forma eletrônica de dinheiro para complementar cédulas e moedas, mas qualquer lançamento ainda demoraria anos.

    O BoE destacou que uma versão digital da libra esterlina não substituiria nem o dinheiro físico nem as contas bancárias existentes. "O governo e o Banco da Inglaterra ainda não tomaram uma decisão sobre a introdução de uma moeda digital do banco central no Reino Unido e se envolverão amplamente com as partes interessadas sobre os benefícios, riscos e aspectos práticos de fazê-lo."

    O governador do BoE, Andrew Bailey, disse anteriormente que o bitcoin, a criptomoeda mais conhecida, não atua como uma reserva estável de valor ou uma maneira eficiente de fazer transações, tornando-se inadequada para servir como uma moeda e uma aposta arriscada para os investidores.

    Os bancos centrais também não viram com bons olhos os esforços do Facebook para criar sua própria moeda digital. Mesmo assim, as criptomoedas têm recebido interesse crescente das principais instituições financeiras, e o bitcoin vem atingindo recorde atrás de recorde em valorização.

    Medidas pós-Brexit

    O ministro Sunak, lançando a conferência Semana de Finanças e Tecnologia do Reino Unido, também anunciou outras medidas destinadas a manter a competitividade pós-Brexit de Londres, que rivaliza com Nova York para ser o maior centro financeiro do mundo.

    Desde a saída do Reino Unido da órbita da União Europeia no fim de 2020, o setor financeiro tem enfrentado sanções. Com isso, Sunak propôs remover as restrições herdadas da UE, incluindo quem pode negociar ações em Londres e o limite de volume duplo.

    A mudança ajudaria os britânicos a atrair mais negociações "obscuras" ou anônimas por grandes investidores depois que Amsterdã derrubou Londres como o principal centro de negociação de ações da Europa em janeiro.

    O Reino Unido também proporá mudanças nos prospectos das ações das empresas para garantir que as regras "não sejam excessivamente onerosas", disse Sunak.

    Mais:

    Governo Biden está em alerta ante potenciais ameaças do yuan digital da China, reporta Bloomberg
    Como bitcoin poderia ser afetado ante crescimento do yuan digital chinês?
    Preço de um metal raro e precioso aumentou 131% em 2021 ultrapassando até bitcoin
    Bitcoin é 'arma financeira chinesa' que ameaça o dólar norte-americano, diz cofundador do PayPal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar