15:43 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)
    4150
    Nos siga no

    A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, deu as boas-vindas à decisão da China de se juntar à iniciativa COVAX, apoiada pela Organização das Nações Unidas (ONU), para garantir a distribuição equitativa das vacinas contra a COVID-19.

    Anteriormente, o chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, anunciou que a China estava se juntando à iniciativa ao mesmo tempo que a Coreia do Sul e também Nauru, uma nação insular do Pacífico.

    Neste domingo (11), Ursula von der Leyen usou as redes sociais para comentar o assunto.

    Dou as boas-vindas ao interesse da China em aderir à COVAX. Estamos todos juntos nisso. O multilateralismo é a chave para alcançar nosso objetivo global de acesso a vacinas em todos os lugares, para todos que precisam delas. Esperamos trabalhar com a China e outros parceiros nisso.

    O principal diplomata da União Europeia, Josep Borrell, também saudou o anúncio nas redes sociais, ressaltando a necessidade de um esforço global contra a pandemia.

    ​Apenas um verdadeiro comprometimento e esforço global pode vencer a batalha contra a pandemia. Dou as boas-vindas ao anúncio da China de que se juntará à COVAX, a iniciativa da OMS para uma distribuição justa e equânime da vacina contra a COVID-19. Agora é sobre ação e entrega.

    A COVAX, co-liderada pela OMS, é parte do Acelerador de Acesso às Ferramentas contra a COVID-19, um programa sob os auspícios da própria OMS com o objetivo de reunir desenvolvedores de vacinas de diferentes países em uma busca comum por um imunizante seguro.

    Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, a pandemia do novo coronavírus já infectou mais de 37 milhões de pessoas ao redor do mundo, causando 1.074.500 óbitos.

    Tema:
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)

    Mais:

    AstraZeneca impôs restrições ao Brasil para produção de vacina, diz jornal
    Rússia inicia 3ª fase dos testes clínicos da vacina Sputnik V, anuncia ministro da Saúde
    Vacina contra COVID-19 pode estar pronta até o fim do ano, diz OMS
    Tags:
    OMS, Coreia do Sul, Nauru, Josep Borrell, COVID-19, Comissão Europeia, China, Ursula von der Leyen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar