09:00 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    71124
    Nos siga no

    Na região de Nagorno-Karabakh reiniciou-se o conflito regional entre Armênia e Azerbaijão pela soberania do território.

    A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) manifestou preocupação através de seu secretário para o Cáucaso e Ásia Central, James Appathurai.

    "A OTAN está profundamente preocupada com os relatos de hostilidades militares de grande escala ao longo da linha de contato na zona de conflito de Nagorno-Karabakh. Os lados devem interromper imediatamente as ações militares, que já levaram a vítimas entre a população civil", declarou Appathurai.

    "Não há uma solução militar para este conflito. Os lados devem retomar as negociações para uma solução pacífica", continuou o secretário, acrescentando que "a OTAN apoia as condições do grupo de Minsk da OSCE".

    Soldado romeno com bandeira da OTAN
    © AP Photo / Vadim Ghirda
    Soldado romeno com bandeira da OTAN

    O conflito em Nagorno-Karabakh começou em 1988, quando a região abandonou a República Socialista Soviética do Azerbaijão.

    Desde então, a Armênia e o Azerbaijão têm estado em conflito pela soberania do território disputado, a República de Nagorno-Karabakh, não reconhecida pela Comunidade Internacional.

    Mais:

    Ex-líderes de países da OTAN pedem apoio à proibição de armas nucleares em meio ao fim do Novo START
    Erevan anuncia que Baku perdeu 25 tanques e blindados durante combates
    Ministério da Defesa da Armênia: tensão em Nagorno-Karabakh deixa 16 militares mortos e 100 feridos
    Tags:
    OTAN, território, conflito, Nagorno-Karabakh, Azerbaijão, Armênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar