08:50 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    153
    Nos siga no

    A França reafirmou hoje (18) a sua oposição ao acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul na sua forma atual, destacando a necessidade de o mesmo ser revisto para incluir requisitos ambientais.

    Nesta sexta-feira (18), o primeiro-ministro francês, Jean Castex, usou as redes sociais para se manifestar sobre o tema após receber um relatório sobre a situação do desmatamento na Amazônia ligado, principalmente, ao aumento da produção de carne na região. Segundo o premiê, o documento confirma que a França adotou a postura correta ao declarar oposição ao acordo entre os dois blocos sem uma contrapartida ambiental. 

    ​O desmatamento põe em risco a biodiversidade e perturba o clima. O relatório apresentado por Stefan Ambec reforça a posição da França de se opor ao acordo UE-Mercosul proposto, tal como está. A consistência dos compromissos ambientais do nosso país e da Europa depende disso.

    De acordo com o governo francês, o atual acordo é falho por não prever medidas voltadas a disciplinar as práticas dos países do Mercosul no combate ao desmatamento, e essa lacuna precisa ser preenchida, de maneira a evitar que a parceria intercontinental acabe impulsionando a devastação dos biomas sul-americanos.

    A decisão das autoridades francesas está em conformidade com as conclusões de um relatório de 184 páginas encomendado há um ano pelo antecessor de Castex, Edouard Philippe, escreve a AFP. Segundo esse documento, o acordo é uma "oportunidade perdida para a UE usar o seu poder de negociação para obter garantias sólidas em resposta às expectativas ambientais, sanitárias e, de um modo mais geral, sociais dos seus concidadãos".

    Mais:

    'Fiadora' da aliança UE-Mercosul, Merkel expressa dúvidas sobre futuro do acordo
    Ex-ministros do Brasil pedem reconstrução da economia com atenção ao meio ambiente
    'Brasil é alvo preferencial' de moção do Parlamento Europeu sobre meio ambiente, diz especialista
    Pressão europeia pode aumentar responsabilidade ambiental do Brasil?
    Tags:
    acordo comercial, clima, América do Sul, Europa, União Europeia, Mercosul, meio ambiente, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar