20:10 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    5912
    Nos siga no

    Neste sábado (25), o Ministério das Relações Exteriores da Turquia condenou as declarações de autoridades gregas sobre primeira reza islâmica na Santa Sofia após nove décadas.

    "A Grécia demonstrou uma vez mais sua inimizade contra o islã e a Turquia com a desculpa de reagir à abertura da mesquita Hagia Sophia para fiéis", afirmou o porta-voz do ministério Hami Aksoy em um comunicado, conforme cita a agência Reuters.

    O criticismo grego a conversão da Hagia Sophia, também conhecida como Basílica de Santa Sofia, em uma mesquita após décadas como museu tem sido contundente, aumentando a tensão entre os dois países.

    Em uma mensagem celebrando o 46º aniversário da restauração da democracia na Grécia, o primeiro-ministro do país, Kyriakos Mitsotakis, chamou a Turquia de "criador de problemas" e a conversão em mesquita como "uma afronta à civilização do século XXI".

    A reza celebrada nesta sexta-feira (24) marcou a ambição de Erdogan de restaurar o culto muçulmano no local, considerado central para a igreja ortodoxa cristã e para a maioria dos gregos.

    Hagia Sophia, a Basílica de Santa Sofia, em Istambul, na Turquia
    © AP Photo / Emrah Gurel
    Hagia Sophia, a Basílica de Santa Sofia, em Istambul, na Turquia

    O ministério turco condenou as declarações do governo grego e de membros do Parlamento por incitarem o público, assim como a queima de uma bandeira turca na cidade de Thessaloniki.

    Hagia Sophia abriu como uma mesquita para fiéis de acordo com a vontade da população turca e pertence à Turquia, assim como todo o patrimônio cultural no país, acrescentou o ministério.

    Nesta semana, ambos os países trocaram acusações sobre a delimitação de suas plataformas continentais no Mediterrâneo oriental, uma área que se acredita ser rica em recursos minerais.

    Mais:

    Erdogan diz que Turquia não reconhece eleições parlamentares da Síria
    Grécia e Itália chegam a acordo histórico de delimitação de zonas econômicas exclusivas
    Pentágono decide o que fazer com F-35 produzidos inicialmente para Turquia
    Tags:
    mesquita, religião, Grécia, Turquia, Istambul, Basílica de Santa Sofia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar