17:20 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    1113
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (2), mais de 20 mil pessoas foram às ruas de Paris em protesto contra o racismo e a violência policial lembrando o assassinato de Adama Traore, informou a emissora BFMTV, citando uma fonte policial.

    As autoridades da cidade proibiram a manifestação por preocupações com a saúde devido à pandemia da COVID-19.

    Conforme publicou a emissora BFMTV, embora a manifestação tenha sido inicialmente pacífica, o protesto evoluiu para um confronto entre manifestantes e policiais. Os manifestantes usaram motos e patinetes para fazer barricadas, ateando fogo nos veículos.

    Em Paris, um manifestante segura uma placa durante manifestação antirracista, em 2 de junho de 2020, lembrando o assassinato de Adama Traore.
    © REUTERS / Gonzalo Fuentes
    Em Paris, um manifestante segura uma placa durante manifestação antirracista, em 2 de junho de 2020, lembrando o assassinato de Adama Traore.

    Adama Traore, um homem negro francês de 24 anos nascido no Mali, morreu sob custódia policial em 2016. As circunstâncias de sua morte ainda são investigadas, sendo que a polícia afirma que a morte foi causada devido a uma condição médica. No entanto, uma investigação independente encomendada pela família de Traore mostrou na semana passada que sua morte foi causada por asfixia.

    Em Paris, manifestantes antirracistas se ajoelham em frente a uma barricada em chamas durante protesto lembrando o assassinato de Adama Traore, em 2 de junho de 2020.
    © AP Photo / Michel Euler
    Em Paris, manifestantes antirracistas se ajoelham em frente a uma barricada em chamas durante protesto lembrando o assassinato de Adama Traore, em 2 de junho de 2020.

    Os protestos em Paris seguem os rumos das manifestações de massa que há dias tomaram as cidades dos Estados Unidos após o assassinato de George Floyd sob custódia policial. Floyd, um homem negro, estava desarmado e foi asfixiado até a morte, o que foi comprovado por uma autópsia independente. As imagens do assassinato viralizaram na Internet mostrando Floyd dizendo que não conseguia respirar enquanto um policial manteve-se ajoelhado sobre seu pescoço por oito minutos.

    Mais:

    Trump sobre onda de manifestações nos EUA: 'Estes são atos de terror doméstico'
    EUA vivem 'onda de violência explosiva e encruzilhada mortal'
    Jornalista da Sputnik é atingida por balas de borracha da polícia em protesto nos EUA (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    COVID-19, BFMTV, França, Paris
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar