21:46 16 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    151113
    Nos siga no

    A falta mundial de máscaras, além de demonstrar o despreparo de muitos governos para lidar com o coronavírus, origina disputas pela compra destes itens vitais.

    A França, um dos países mais afetados pela propagação da pandemia no continente europeu, tem feito enormes compras de máscaras na China. Porém, algo impensável ocorreu justamente no momento em que uma delas seria entregue.

    Em entrevista ao canal BFM TV, o presidente do Conselho Regional de Provence-Alpes-Côte d'Azul, na França, Renaud Muselier, afirmou que a última entrega de máscaras, que devia chegar à sua região, foi desviada.

    De acordo com o político, no momento em que as máscaras estavam sendo levadas ao avião que realizaria a entrega, um grupo de norte-americanos ofereceu uma quantia em dinheiro três vezes maior do que a paga pela França, e desviou a carga para os Estados Unidos.

    "Uma encomenda francesa foi comprada por americanos, em dinheiro, na pista. O avião que deveria vir à França partiu diretamente aos Estados Unidos", declarou Muselier.

    Para evitar um agravamento da trágica situação enfrentada em sua região, o presidente regional afirmou que "tentaria garantir o máximo possível estes suprimentos".

    Os Estados Unidos vivem uma dramática batalha contra a propagação do coronavírus. O país apresenta mais de 210 mil casos confirmados da COVID-19.

    Mais:

    Possível nova mutação do coronavírus persistiu por 49 dias em paciente chinês
    Avião russo cheio de equipamentos médicos contra coronavírus parte para EUA (VÍDEO)
    Marinha dos EUA evacua 1.000 militares de porta-aviões nuclear devido ao coronavírus
    Tags:
    Estados Unidos, pandemia, máscara, França, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar