03:10 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    A primeira-dama Melania Trump, o presidente dos EUA, Donald Trump e a rainha da Grã-Bretanha, Elizabeth em visita ao Castelo de Windsor.

    Família Real teme que Trump apoie o Brexit durante banquete oferecido pela Rainha

    © REUTERS / Kevin Lamarque
    Europa
    URL curta
    231
    Nos siga no

    Enquanto o Reino Unido se prepara para a visita do presidente dos EUA, ministros e funcionários do Palácio Real temem que Donald Trump possa envergonhar a rainha ao falar abertamente a favor do Brexit no banquete oficial oferecido pela monarquia nesta segunda-feira, informou o Daily Mail citando fontes no palácio.

    Apesar das meticulosas tentativas da Família Real de permanecer acima do confronto político, os envolvidos no planejamento da visita preveem que Trump poderia sua passagem no Palácio de Buckingham para elogiar a decisão do Reino Unido de deixar a UE.

    Em uma tentativa de dissipar os temores, fontes do palácio afirmaram que a rainha seria "mais do que capaz" de lidar com a polêmica, enquanto membros do Ministério das Relações Exteriores negaram ter abordado o assunto com Washington.

    Uma fonte palaciana disse: "Aprendemos que pedir a eles para afastar o presidente de um assunto tende a ter o efeito oposto".

    Mais cedo, quando foi entrevistado pelo The Sun antes de sua visita ao Reino Unido, o presidente ficou surpreso ao saber que Meghan Markle, Duquesa de Sussex, havia feito comentários “desagradáveis” sobre ele.

    Trump também foi ao Twitter negar ter chamado a duquesa de "desagradável", acrescentando que esses rumores são "fake news" espalhados pela CNN e o jornal The New York Times.

    ​Quanto a possíveis erros do Brexit, estes podem vir na esteira de comentários anteriores do presidente dos Estados Unidos, que aconselhou ao próximo primeiro-ministro da Grã-Bretanha "desistir" de tentar fechar um acordo com a UE se Bruxelas não ceder às exigências do Reino Unido. Em entrevista ao Sunday Times, o presidente também incitou Londres a "processar" a UE para dar à Grã-Bretanha maior "munição" nas negociações do Brexit.

    Durante a visita, Trump tem na agenda um encontro com primeira-ministra Theresa May, que anunciou sua renúncia no mês passado devido a sua incapacidade de resolver o impasse do Brexit. Ele deve tratar de questões relativas ao comércio e segurança, de acordo com funcionários da Casa Branca.

    Tags:
    Sunday Times, Casa Branca, Palácio de Buckingham, The Sun, The New York Times, CNN, Theresa May, Meghan Markle, Donald Trump, Bruxelas, Grã-Bretanha, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar