21:17 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Marine Le Pen, líder do partido da direita francesa Rassemblement National (arquivo)

    Le Pen defende dissolução da Assembleia Nacional Francesa

    © REUTERS / Stephane Mahe
    Europa
    URL curta
    171
    Nos siga no

    Marine Le Pen, líder do Rassemblement National (RN), antigo Front National, defendeu neste domingo a dissolução da câmara baixa do Parlamento da França, após o seu partido conquistar a maioria dos votos para o Parlamento Europeu, segundo as pesquisas de momento.

    De acordo com o último balanço, o RN estava vencendo o pleito com 24,2% dos votos, contra 22,4% do La Republique En Marche! (LREM), do presidente Emmanuel Macron. As estimativas do centro de estudos em comunicação ELABE são de vitória para o Rassemblement National com 23,6%. 

    "O presidente da República deve tirar conclusões […]. Há pelo menos mais uma coisa, em minha opinião: a dissolução da Assembleia Nacional, para tornar o sistema eleitoral mais democrático e, finalmente, representar a real opinião do país", disse a líder da direita francesa, em declarações transmitidas pelo canal BFMTV.​

    ​Nas eleições europeias de 2014, o partido de Marine Le Pen também liderou a votação, tendo recebido 24,85%. A lista atual do RN é liderada por Jordan Bardella, de 23 anos, enquanto o LREM na atual eleição tem como cabeça Nathalie Loiseau, que foi ministra dos Assuntos Europeus entre junho de 2017 e março de 2019.

    Mais:

    Tsipras pede convocação de novas eleições gerais na Grécia
    Economista Gitanas Nauseda vence eleição presidencial na Lituânia
    Polícia entra em confronto com manifestantes em Bruxelas (VÍDEOS)
    Tags:
    Parlamento Europeu, Assembleia Nacional Francesa, La Republique En Marche, Rassemblement National, Jordan Bardella, Nathalie Loiseau, Emmanuel Macron, Marine Le Pen, Europa, Estrasburgo, Paris, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar