17:26 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    A primeira-ministra britânica Theresa May.

    Luz verde para o Brexit: Espanha e Reino Unido firmam acordo por Gibraltar

    © REUTERS / Toby Melville
    Europa
    URL curta
    152

    A União Européia removeu o último grande obstáculo para fechar um acordo sobre o Brexit depois que a Espanha anunciou ter chego a um acordo com a Grã-Bretanha sobre Gibraltar na véspera da cúpula da UE.

    A primeira-ministra britânica, Theresa May, terá agora a importante tarefa de vender o acordo ao seu Parlamento relutante e uma nação que ainda se divide fundamentalmente se o Reino Unido deveria deixar o bloco europeu em 29 de março e sob quais condições.

    O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou neste sábado (24) que Madri apoiaria o Brexit após Reino Unido e a UE concordarem em dar uma palavra à Espanha no futuro do território disputado de Gibraltar.

    "A Europa e o Reino Unido aceitaram as condições impostas pela Espanha. Portanto, como consequência disso, a Espanha suspenderá seu veto e amanhã votará a favor do Brexit", disse o premiê espanhol. 

    Sánchez disse que o acordo "vai nos permitir negociações diretas com o Reino Unido em relação a Gibraltar".

    A medida deve permitir que os líderes da UE assinem o acordo Brexit entre a Grã-Bretanha e a UE na cúpula de domingo.

    O minúsculo território de Gibraltar — cedido à Grã-Bretanha em 1713, mas ainda reivindicado pela Espanha — foi a única disputa deixada pendente antes da cúpula e se transformou em um obstáculo ao acordo.

    Na sexta-feira, Madri disse que não apoiaria o acordo com a Brexit, a menos que receba uma garantia sólida sobre o futuro de Gibraltar.

    Sánchez disse que o acordo alcançado daria à Espanha "garantias absolutas para resolver o conflito que durou mais de 300 anos antes da Espanha e do Reino Unido".

    May estava a caminho de Bruxelas quando o acordo chegou e espera deixar a sede da UE no domingo com um acordo firme sobre os termos de retirada da Grã-Bretanha da UE em 29 de março, além de um abrangente texto de negociação sobre como será o relacionamento com o bloco europeu após o divórcio. 

    Mais:

    Merkel se diz 'feliz' por acordo entre União Europeia e Reino Unido por Brexit
    Forças Armadas britânicas poderão pôr em ação 'plano militar' em caso de Brexit sem acordo
    Mídia: Planos para Brexit naufragam e Theresa May pode enfrentar debandada de secretários
    Crise do Brexit: ministro britânico se demite em forma de protesto contra o acordo
    Tags:
    Pedro Sánchez, Theresa May, Reino Unido, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik