18:20 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Chanceler alemã, Angela Merkel, durante o discurso no congresso do partido União Democrata-Cristã em Berlim

    Merkel se diz 'feliz' por acordo entre União Europeia e Reino Unido por Brexit

    © AP Photo / Ferdinand Ostrop
    Europa
    URL curta
    1 0 0

    A chanceler alemã, Angela Merkel, cumprimentou nesta quinta-feira (15) o acordo feito pelo Brexit, mas alertou que sua rejeição levaria ao "pior cenário possível".

    "Estou muito feliz que, depois de negociações demoradas e nem sempre fáceis, uma proposta possa ser alcançada", disse Merkel sobre o documento, que ainda precisa ser aprovado pelo parlamento britânico e os 27 membros restantes da União Europeia.

    Mas Merkel, líder da maior economia da UE, acrescentou que "o pior cenário, e o mais desordenado, é que nenhum acordo seja alcançado".

    "Esta é uma alternativa a qual devemos sempre ficar atentos", disse Merkel, falando depois de uma reunião de gabinete em Potsdam, perto de Berlim.

    "A questão é: o que temos agora é uma fundação? Espero que possa ser uma fundação."

    A líder britânica Theresa May conseguiu na quarta-feira a aprovação do gabinete para o projeto, mas sofreu um grande golpe nesta quinta-feira quando uma série de ministros se demitiu, enquanto ela tentava vender o acordo para um parlamento dividido.

    A premiê enfrenta forte oposição no legislativo. Há tanto opositores do Brexit quando parlamentares que criticam os termos do acordo por ele supostamente ser muito generoso com Bruxelas e o bloco europeu.

    May insistiu que, embora as negociações não tenham sido confortáveis, foi o melhor que a Grã-Bretanha pode esperar para o Brexit. O desembarque do bloco já tem data para acontecer: 29 de março.

    Os líderes da UE realizarão uma cúpula extraordinária para discutir o Brexit em 25 de novembro. Se eles aprovarem o acordo, o parlamento britânico deve votar no início de dezembro.

    Mais:

    Forças Armadas britânicas poderão pôr em ação 'plano militar' em caso de Brexit sem acordo
    Crise do Brexit: ministro britânico se demite em forma de protesto contra o acordo
    Partido que fez campanha pelo Brexit apresenta duras propostas para fronteiras e imigração
    Tags:
    Angela Merkel, Theresa May, Reino Unido, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik