13:47 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Porta-aviões USS Nimitz Harry S. Truman

    OTAN pretende mostrar à Rússia sua prontidão para 'proteger Atlântico'

    © AP Photo / Fabrizio Bensch/Pool
    Europa
    URL curta
    17723

    O porta-aviões americano USS Harry S. Truman participará das maiores manobras nos últimos anos da OTAN na Noruega para demonstrar à Rússia que os EUA e seus aliados estão prontos a defender o oceano Atlântico, escreve o canal Fox News.

    Esta é a primeira vez que um porta-aviões norte-americano se dirige ao mar da Noruega desde 1987 para participar das maiores manobras da Aliança desde a Guerra Fria, relata o canal.

    Segundo a emissora, a presença do navio nesse mar é parte da estratégia da OTAN nas águas situadas entre os EUA e a Europa, renovada devido à crescente atividade dos submarinos russos.

    "É uma demonstração das nossas capacidades […] Estamos prontos e estamos treinados e nós protegeremos o Atlântico", disse o comandante supremo das forças aliadas da Europa, general Curtis Scaparrotti, respondendo à pergunta sobre a mensagem que a Aliança quer enviar a Moscou com a presença do porta-aviões.

    O general afirmou que a Rússia começou a aumentar sua presença militar e a modernizar as Forças Armadas, então os EUA e a OTAN precisam continuar se treinando para "continuar dominando em capacidades de combate".

    Os exercícios Trident Juncture da OTAN decorrerão de 25 de outubro a 7 de novembro na Noruega perto das fronteiras da Rússia. Eles entrarão na lista dos maiores exercícios da OTAN das últimas décadas com participação de cerca de 50.000 militares de 31 países, bem como de 70 navios e 130 aeronaves.

    Mais:

    O que porta-aviões dos EUA poderá causar no Atlântico Norte? Oficiais da Noruega indicam
    OTAN se recusa a ter laços militares normais com a Rússia
    Tags:
    porta-aviões, manobras, Harry S. Truman, OTAN, Atlântico, Rússia, Noruega, Europa, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik