08:08 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente russo Vladimir Putin durante o encontro com o presidente finlandês Sauli Niinisto

    Não à OTAN: presidente finlandês explica por que não considera Rússia uma ameaça

    © Sputnik / Sergei Guneev
    Europa
    URL curta
    4310

    O presidente finlandês Sauli Niinisto afirmou que não vê nenhuma ameaça advinda da Rússia, pois, segundo disse em entrevista ao jornal alemão е Frankfurter Allgemeine, o país não tem razões para atacar a Finlândia.

    Foi esta a explicação de Niinisto deu por que a Finlândia não pretende aderir à OTAN. Além disso, expressou dúvidas que a Rússia possa representar uma ameaça aos países do Báltico.

    "Duvido que a Rússia ataque os países do Báltico. Ela também não tem razões para atacar a Finlândia", disse o presidente finlandês, citado pelo jornal alemão

    Niinisto sublinhou que Moscou respeita a posição e Helsinque e que as divergências existentes não impedem os dois países de manterem contatos.

    "A Rússia conhece nossa posição e não tenta mudá-la. Sabe que podemos ser muito teimosos. Mas, mesmo em tais situações, é fácil manter relações com a Rússia", concluiu.

    Em 22 de agosto, na cidade russa de Sochi decorreu o encontro entre os líderes russo e finlandês, ambos qualificaram as negociações como positivas. O presidente russo acrescentou que o diálogo com seu homólogo "confirmou a determinação mútua de desenvolver relações de boa vizinhança entre os dois países".

    Mais:

    Novo avião russo certamente ultrapassará seus rivais, podendo ainda preocupar OTAN
    Na Finlândia começa construção do gasoduto Nord Stream 2
    Tags:
    relações bilaterais, ameaça, OTAN, Sauli Niinisto, Vladimir Putin, Rússia, Países Bálticos, Finlândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik