04:58 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    O porto de Pireu, na Grécia

    Ucranianos são condenados a 180 anos de prisão por tráfico de migrantes

    © flickr.com/ gpapadis
    Europa
    URL curta
    131

    Dois cidadãos da Ucrânia foram sentenciados a 180 anos de prisão cada um após serem condenados por uma corte grega por acusações relacionadas ao contrabando de refugiados.

    Serhiy Shvayuk e Petro Lytvynchuk foram julgados no município de Pireu depois de serem detidos em um iate a bordo do qual levavam 63 migrantes.

    Imigrantes africanos resgatados no Maranhão recebendo atendimento na área de saúde e documentação
    © Foto : Carlos Pereira / Governo do Maranhão
    As acusações incluíram cruzamento ilegal de uma fronteira de país da União Europeia, colocar em risco a vida dos passageiros (porque a embarcação estava lotada), falta de equipamentos de emergência e ausência de licença para comandar o navio. 

    "Inicialmente, eles poderiam ficar 630 anos na prisão", disse Zacharias Kesses, advogado dos dois réus, ao Slidstvo.Info. "Durante a leitura do veredito, poderiam ser acrescentados de 10 a 15 anos por cada imigrante ilegal". 

    As famílias dos acusados alegam que eles teriam sido enganados na Turquia. A mãe de Lytvynchuk afirmou que a dupla viajou para lá legalmente para trabalhar como capitães em um barco de turismo, mas, chegando ao país, foram forçados a transportar migrantes sob ameaças de violência. 

    "Quando a guarda-costeira grega deteve eles, eles não souberam por algum tempo do que estavam sendo acusados", disse ela ao portal. 

    O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia está protestando. O vice-diretor de Serviços Consulares, Vasyl Kyrylych, contou ao Ukrainska Pravda que suas sentenças ainda podem ser reduzidas, já que a defesa revelou que pretende apelar. 

    Mais:

    PF conduz grande operação de combate ao tráfico internacional de drogas
    Camboja condena homem à prisão perpétua por tráfico de 1kg de cocaína
    Duterte manda recado a suspeito do tráfico: 'quer viver mais tempo? Fique na prisão'
    Agências da ONU formam força-tarefa para combater o tráfico de migrantes
    Tags:
    Vasyl Kyrylych, Zacharias Kesses, Petro Lytvynchuk, Serhiy Shvayuk, Pireu, Turquia, Grécia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik