23:28 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Polícia da Suécia cobre perímetro de segurança após explosão em shopping de Estocolmo (arquivo)

    Justiça da Suécia condena estrangeiros por ataque a sinagoga

    © AFP 2018 / Marcus Ericsson / TT NEWS AGENCY
    Europa
    URL curta
    121

    Dois refugiados e um requerente de asilo foram condenados nesta segunda-feira, na Suécia, pelo ataque a uma sinagoga da cidade de Gotemburgo no final do ano passado.

    O incidente, ocorrido no dia 9 de dezembro, teve como pano de fundo os protestos que se seguiram ao reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel pelos Estados Unidos. Várias pessoas se encontravam no interior do templo no momento do ataque a bomba, realizado por um grande grupo de vândalos. Felizmente, elas conseguiram se esconder no porão até a chegada da polícia, evitando ferimentos. 

    Veículo da polícia em Gotemburgo, na Suécia (arquivo)
    © AP Photo / Bjorn Larsson Rosvall

    A Corte Distrital de Gotemburgo decidiu condenar hoje dois palestinos e um sírio pelo atentado, com penas que variam de 15 a 24 meses de prisão. Um deles, um jovem palestino de 22 anos que não tem o visto de residência sueco, será deportado após o cumprimento da pena. Os três são os únicos julgados até agora pelo crime.

    De acordo com a justiça sueca, os condenados tentaram ameaçar, ferir e violar tanto os membros da comunidade judaica local quanto o povo judeu em sua totalidade com esse ataque, segundo informações da AFP. No entanto, os três alegaram inocência.

    Mais:

    Político sueco é alvo de ataques após dizer que judeus e lapões 'não são suecos'
    Tags:
    antissemitismo, ataque, judeus, sinagoga, Estados Unidos, Síria, Palestina, Suécia, Gotemburgo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik