04:59 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Sede da Polícia Metropolitana do Reino Unido, também conhecida como Scotland Yard, em centro de Londres (foto de arquivo)

    Londres suspeita ex-agente de serviços secretos russos de ter envenenado Skripal

    © AFP 2018 / JACK TAYLOR
    Europa
    URL curta
    Caso Skripal: as vítimas se recuperam (28)
    937

    A polícia britânica suspeita que um ex-agente do Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia, de apelido "Gordon", poderia ter estado envolvido no envenenamento do ex-agente duplo Sergei Skripal e sua filha Yulia, informou o jornal Sunday People com referência a suas fontes.

    Segundo a edição, o ex-agente do FSB, de 54 anos, supostamente usava um nome falso, Mikhail Savickis, e mais dois apelidos. 

    A polícia receia que ele possa ter deixado o Reino Unido e regressado à Rússia. De acordo com o Sunday People, a polícia considera que um grupo de seis pessoas está por trás do envenenamento de Skripal.

    Anteriormente, o jornal The Daily Telegraph informou que as investigações conduzidas pela polícia e agência de inteligência britânica supostamente identificaram suspeitos importantes de terem sido os responsáveis pelo envenenamento de Skripal e sua filha Yulia. Segundo a edição, o ex-agente duplo foi atacado por um grupo controlado pelo governo russo.  A representante oficial da Scotland Yard recusou comentar essa informação à Sputnik.

    Em 4 de março de 2018, Sergei Skripal e sua filha foram encontrados inconscientes perto de um shopping em Salisbury, no Reino Unido.

    O incidente provocou um escândalo internacional, já que Londres responsabilizou Moscou por ter envenenado o ex-espião usando a substância А-234 (também conhecida como Novichok). Por sua vez, Moscou vem desmentindo todas as acusações, qualificando-as como infundadas.

    Tema:
    Caso Skripal: as vítimas se recuperam (28)
    Tags:
    envenenamento, Sergei Skripal, Rússia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik