21:46 08 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Bruxelas continua a buscar a centralização de seus regimes de fronteira e segurança, causando inquietação entre muitos europeus online.

    O órgão executivo da Comissão Europeia apresentou uma proposta que exige que as impressões digitais dos cidadãos da UE sejam incluídas nos seus cartões de identidade biométricos.

    A Comissão cita a aparente fraqueza dos atuais regimes de segurança nas fronteiras, criando oportunidades para organizações criminosas e grupos terroristas para contornar o controle fronteiriço, sendo esta a principal razão para requerer a mudança.

    No Twitter, internautas comentaram enfurecidos com a possível mudança. Um internauta questionou qual seria a necessidade de ainda manter carteiras de identidade se as autoridades já teriam a biometria, rostos e retinas escaneadas em uma base de dados. Outro usuário da rede social foi mais extremo, comparando a medida ao Grande Irmão de George Orwell e classificando a medida à "Europa que os nazistas sonhavam". Um terceiro usuário chegou a dizer que a decisão faria surgir dezenas de "corpos sem os dedos".

    Outras informações biométricas potenciais que podem ser incluídas nos cartões de identificação da UE incluem imagens faciais.

    De acordo com a agência de segurança de fronteira do bloco, os documentos de identificação mais comumente fabricados são feitos a partir de originais franceses, alemães e italianos.

    Tags:
    digital, fronteiras, Comissão Europeia, União Europeia, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar