16:47 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    460
    Nos siga no

    Um grupo de políticos do partido Alternativa para Alemanha (AfD, sigla em alemão), que ficou em terceiro nas eleições parlamentares de 2017, fez uma viagem para a Síria e alega que é possível o país repatriar os imigrantes refugiados.

    Christiane Blex, legisladora do parlamento regional da Renânia do Norte-Vestefália, disse que "não há dúvidas de que ainda existam zonas de guerra na Síria", mas também afirmou que algumas regiões não foram destruídas pelo conflito.

    O colega do parlamento estadual, Armin-Paulus Hampel, pediu ao governo alemão, bem como aos funcionários da UE, que obrigue o presidente sírio, Bashar al-Assad, a iniciar o repatriamento de refugiados.

    O partido levou sete filiados para a viagem no início de março que se encontraram com altos funcionários, incluindo membros do parlamento sírio, ministros e outras autoridades políticas e religiosas.

    A proximidade com pessoas próximas ao do presidente sírio Bashar al-Assad, foi condenada por políticos alemães, incluindo a chanceler Angela Merkel.

    Mais:

    Alemanha adverte que mísseis com ogivas nucleares de Pyongyang poderiam chegar à Europa
    'Não pertence à Alemanha': ministro alemão ataca o islamismo e quer endurecer imigração
    Ranking da FIFA apimenta rivalidade e amistoso entre Brasil e Alemanha
    Putin desvenda como acalmou multidão na Alemanha em 1989
    Revelado mistério dos crânios 'alienígenas' encontrados há 50 anos na Alemanha (FOTO)
    Tags:
    refugiados, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar