01:10 25 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Representante da UE disse que não reconhecerá resultado da eleição russa na Crimeia

    Governo da Crimeia acusa UE de ignorância

    © Sputnik / Sergey Malgavko
    Europa
    URL curta
    1132

    A atitude da União Europeia no que diz respeito à realização de eleições russas na península da Crimeia é de pura ignorância, segundo afirmou o vice-primeiro-ministro da região, Dmitry Polonski, em entrevista à Sputnik.

    Recentemente, a alta representante da UE para Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, declarou que o bloco não reconhecerá o resultado da eleição presidencial russa na República da Crimeia.

    "Em primeiro lugar, é uma declaração politicamente incorreta e extremamente imprudente nas condições atuais. E, além disso, revela a ignorância absoluta, para não dizer total, das pessoas que fazem declarações desse tipo", disse Polonski. 

    Segundo o político crimeio, a península é parte inalienável da Federação da Rússia, que realizará eleições em todo o seu território nacional no próximo domingo, 18. Para ele, questionar o reconhecimento dos resultados desse pleito em uma parte do país significa que os representantes da União Europeia querem pôr em dúvida a eleição em toda a Rússia. Ainda assim, ele garante que a atitude europeia não influenciará nem um pouco na vida dos habitantes e eleitores da Crimeia. 

    Mais:

    Eleição presidencial russa pode bater recorde de participação, mostra pesquisa
    Moscou possui provas da interferência do Ocidente em sua eleição presidencial
    Kiev quer obrigar cidadãos da Crimeia e de Donbass a pedirem desculpas à Ucrânia
    Tags:
    eleições, eleição, União Europeia, Dmitry Polonski, Federica Mogherini, Europa, Rússia, Crimeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik