14:47 21 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Logotipo do Facebook com ícones de aplicativos Facebook e Instagram é visto em uma conferência em Bruxelas em 23 de janeiro de 2018

    França estuda abrir investigação sobre poder de Facebook e Google

    © REUTERS / Yves Herman
    Europa
    URL curta
    6100

    A autoridade que defenda a concorrência na França poderá abrir investigações sobre o Facebook e o Google "nos próximos meses" após um exame aprofundado concluir que a dupla domina o mercado francês de publicidade online.

    "O que é claro é a posição predominantemente do Google e do Facebook", afirmou a presidente do órgão francês, Isabelle de Silva.

    Os dois gigantes do Vale do Silício enfrentam uma onda crescente de escrutínio na Europa pela vasta quantidade de dados que armazenam e sua dominância no mercado de publicidade virtual.

    Relatório do órgão francês indicou que as companhias têm uma vantagem competitiva por atuarem como plataformas de publicação e intermediários técnicos para os anunciantes.

    "O Facebook é apenas uma opção entre muitas outras para anunciantes chegarem ao público", disse Delphine Reyre, diretor de política da Europa para o Facebook.

    Com mais de um terço de todos os gastos em 2017, a internet é o veículo em que os anunciantes mais investem na França, na frente até mesmo da televisão. 

    A autoridade que defenda a concorrência na França tem o poder de aplicar multas de até 10% das receitas anuais totais de uma empresa. As investigações levam cerca de dois anos para chegar a uma conclusão e qualquer sanção.

    Mais:

    Jim Carrey deleta sua conta do Facebook por causa da Rússia
    Soros reprova dependência que Facebook e Google causam nas pessoas
    Facebook pedirá que seus usuários definam o que é jornalismo 'confiável'
    Porta-voz revela planos de George Soros contra 'ameaças' do Facebook e Google
    Tags:
    Facebook, Google, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik