15:03 23 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    13111
    Nos siga no

    Um navio de carga sob bandeira de Serra Leoa colidiu com o navio Yamal da Frota do Mar Negro da Rússia no mar Egeu. Segundo o ex-comandante da Frota do Báltico russa, almirante Vladimir Valuev, a culpa pelo acidente é da embarcação serra-leonesa.

    A colisão aconteceu na manhã de 30 de dezembro no estreito entre as ilhas gregas de Cárpatos e Rodes. O acidente não provocou vítimas, o navio russo não sofreu nenhuns danos.

    De acordo com o porta-voz da Frota do Mar Negro, Vyacheslav Trukhachev, após a colisão "os navios permaneceram operacionais e continuaram navegando rumo a seus portos de destino".
    O porta-voz da frota acrescentou que foi a embarcação serra-leonesa que causou o acidente.

    "Seguindo em rumo paralelo e ultrapassando o navio russo por bombordo, [o navio de carga] mudou bruscamente de rumo virando para estibordo sem verificar se a ultrapassagem tinha sido completada", explicou.

    A mesma opinião partilha o ex-comandante da Frota do Báltico da Rússia, almirante Vladimir Valuev.

    Ele acha que o navio de carga deveria ter seguido o Regulamento Internacional para Evitar Abalroamentos no Mar (RIEAM-72). Segundo as regras, antes de ultrapassar outra embarcação é preciso informar a última via rádio VHF sobre a futura manobra, sublinhou.

    O almirante afirmou que, dadas as circunstâncias do acidente entre as duas embarcações, o Yamal não tinha como evitar a colisão, tendo em conta o movimento por inércia.

    Mais:

    Navio de assalto anfíbio dos EUA com caça F-35B patrulhará perto de Pyongyang
    Cabeça-de-ponte flutuante: quais são as caraterísticas excepcionais do novo navio russo
    Tags:
    navios, acidente, colisão, Frota do Mar Negro, Serra Leoa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar