00:35 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Navio do grupo militar da OTAN TCG Turgutreis realiza manobras no mar Negro, 16 de março de 2015

    OTAN criará base militar em Montenegro?

    © AP Photo/ Vadim Ghirda
    Europa
    URL curta
    201

    Recentemente, o opositor montenegrino Milan Knezevic, declarou que a OTAN planeja criar duas bases militares em Montenegro e que esses planos serão executados até 2019.

    O secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg, disse que sem a aprovação das autoridades montenegrinas "não seriam bases da OTAN, atividades da OTAN, nem as instalações da OTAN".

    O cientista político e coordenador do projeto montenegrino Não à Guerra, Não à OTAN, Igor Damjanovic, disse à Sputnik Sérvia que a declaração de Stoltenberg é parecida com um mero jogo de palavras.

    "Se a OTAN na verdade atuasse em conformidade com os princípios da democracia, teria uma regra que qualquer país que desejasse aderir à aliança deveria realizar o referendo livre e democrático. No caso de Montenegro isso não foi realizado. Além disso, as estruturas da OTAN apoiaram as autoridades do país para que eles impedissem a realização do plebiscito. A OTAN deu o poder em Montenegro às pessoas que acreditam que fomos merecedores dos bombardeamentos de 1999", disse ele.

    O especialista lembrou que no início do ano o primeiro-ministro montenegrino, Dusko Markovic, disse à revista Time que "o porto na cidade de Bar tem importância estratégica para os oponentes da OTAN, especialmente após o início do conflito na Síria, quando a Rússia começou a procurar a boa base naval nos mares mais quentes". Uma parte da oposição montenegrina considerou essas palavras como uma espécie de proposta à OTAN.

    Segundo Damjanovic, os melhores lugares para a construção das bases é perto da montanha Sinjajevina, na parte central de Montenegro. É um lugar ideal para a estação de radar ou criação da base que controlaria todos os Balcãs Ocidentais, explicou ele. O lugar mais preferível é a baía de Valdanos, perto da fronteira entre Montenegro e Albânia. 

    Nos tempos da República Socialista Federativa da Iugoslávia, a baía pertencia às Forças Armadas da Iugoslávia. Nos anos 90 foi planejada a criação da base miliar, mas o projeto foi congelado devido à falta dos fundos. Em 2011 a empresa britânica Cubus Lux assinou o acordo sobre a compra do território com as autoridades do país para o desenvolvimento do turismo, mas o projeto não foi realizado. Desde então já foram declarados novos projetos na baía.

    "Tudo está calmo, pacífico e possivelmente pronto para a chegada dos navios da OTAN", afirmou Damjanovic.

    É de assinalar que nos Balcãs já existe uma base ligada à OTAN. Trata-se da base militar de Camp Bondsteel, perto da cidade de Ferizaj, no Sul do Kosovo.

    Mais:

    Investigação mostrará: Moscou poderá investigar golpe de Estado em Montenegro
    Tags:
    base militar, base naval, OTAN, Montenegro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik