04:46 19 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Boris Johnson faz campanha a favor do Brexit

    Johnson diz que Brexit poupará £350 mi por semana e é criticado por estatístico do Estado

    © REUTERS/ Peter Nicholls
    Europa
    URL curta
    159901

    O secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, foi criticado pelo presidente da Autoridade de Estatística do Reino Unido, David Norgrove, por seu artigo de jornal, no qual afirmou que o Brexit permitirá a Londres economizar centenas de milhões de libras por semana.

    A ideia de que o Reino Unido teria 350 milhões de libras por semana (cerca de R$ 1,47 bi) disponíveis para gastos sociais depois do Brexit é um exemplo de "mau uso de estatísticas oficiais", disse Norgrove em uma carta aberta a Johnson.

    Johnson, um propagandistas mais aguerridos em torno do Brexit, escreveu em um artigo publicado no jornal Daily Telegraph na sexta (15) que a saída do Reino Unido da União Europeia pouparia o montante, repetindo uma promessa usada pela campanha do "Sair" na véspera do referendo de 2016.

    ​"Estou surpreso e desapontado por [Boris Johnson] ter escolhido repetir o valor de £ 350 milhões por semana em relação ao montante que pode estar disponível para gastos públicos extras quando saímos da União Europeia… É um mau uso das estatísticas oficiais", disse Norgrove.

    De acordo com o estatístico, o dado não leva em consideração a diferença entre contribuições brutas e líquidas. Norgrove explicou em 2016 que o número parecia estar baseado em contribuições brutas e não considerou o desconto ou qualquer outro fluxo de dinheiro do bloco para o Reino Unido.

    Norgrove também apontou que tal promessa considera que todos os pagamentos à União Europeia cessariam após a partida, o que pode não ser o caso. As negociações da Brexit começaram no dia 19 de junho e devem ser concluídas até o final de março de 2019.

    Mais:

    Por que o Brexit e a aliança de May podem reabrir velhas feridas na Irlanda?
    May: Reino Unido está pronto para o Brexit mesmo sem acordo
    Irlanda pode fechar 40 mil postos de trabalho após Brexit
    'Brexit sem acordo com a União Europeia seria desastroso para o Reino Unido'
    Tags:
    Autoridade de Estatística do Reino Unido, Daily Telegraph, União Europeia, David Norgrove, Boris Johnson, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik