03:34 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Referendo independentista na Catalunha (66)
    942
    Nos siga no

    Um dia após o Parlamento catalão aprovar um projeto de lei sobre sua separação da Espanha, a medida foi barrada pelo Tribunal Constitucional nesta quinta-feira (7) - mais alta instância do Judiciário do país europeu.

    A suspensão é cautelar e agora o Tribunal irá decidir sobre os pedidos de impedir o plebiscito inicialmente previsto para 1 de outubro. 

    O Governo do primeiro-ministro Mariano Rajoy considera que o projeto catalão é ilegal.

    "Não haverá refererendo de autodeterminação. Decidir o que é nosso país e seu futuro é um direito de todos os espanhois", disse Rajoy.

    Os representantes do Parlamento da Catalunha, contudo, afirmam que não irão recuar da medida, mesmo com a ameaça da Procuradoria-Geral da Espanha de apresentar denúncias criminais contra os políticos separatistas.

    O procurador-geral, José Manuel Maza, afirmou à imprensa que até quem contribuir para o referendo de maneira indireta, como ao imprimir cartazes e participar de zonas de voto, pode ser multado ou perder seu emprego.

    Pesquisas de opinião mostram que a população espanhola está dividida sobre a independência, com uma pequena vantagem dos que preferem que a Catalunha permaneça parte da Espanha. Contudo, a maior parte dos catalães quer realizar o referendo.

    Tema:
    Referendo independentista na Catalunha (66)

    Mais:

    França e Catalunha: disputa territorial à vista?
    Novo presidente da Catalunha promete separar região da Espanha em 18 meses
    Daesh ameaça Espanha com novos atentados em um vídeo de propaganda
    Espanha decide extraditar 'hacker' russo para EUA
    Tesouros provocam briga entre EUA, Espanha e Colômbia passados 300 anos do naufrágio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar