23:12 24 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Um homem digita em um teclado de computador

    Espanha decide extraditar 'hacker' russo para EUA

    © REUTERS / Kacper Pempel/Files
    Europa
    URL curta
    128

    O Tribunal da Espanha decidiu extraditar para os EUA o programador russo Stanislav Lisov.

    A Câmara Judicial Nacional da Espanha comunicou que o tribunal "tomou a decisão de extraditar o cidadão russo Stanislav V. Lisov para os EUA".

    Lisov foi preso em janeiro de 2017 em Barcelona, mesmo negando todas as acusações. A razão de sua prisão tem a ver com pedido dos EUA, país que o incluiu na lista das pessoas procuradas pelo mundo. Nos EUA, o russo pode ser preso a até 35 anos.

    Estados Unidos acreditam que Lisov seja um dos desenvolvedores do vírus NeverQuest, que afeta sistemas bancários.

    Stanislav Lisov tem 31 anos e estava viajando pela Espanha com a família quando foi detido neste ano. Ele trabalha como programador de uma companhia na cidade de Taganrog, no sudeste da Rússia.

    O programador foi detido no aeroporto em Barcelona com sua esposa.

    Mais:

    Emirados Árabes estaria por trás de ataque hacker que gerou crise diplomática com Qatar
    Hacker russo volta a denunciar suborno dos EUA para confessar invasão a e-mails Democratas
    Hacker da Letônia é extraditado para os EUA
    Tags:
    hackers russos, hacker, extradição, tribunal, EUA, Espanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik