07:44 21 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Fuzileiros navais dos EUA durante treinamentos na Noruega (foto de arquivo)

    Embaixada russa: fuzileiros navais dos EUA podem estragar relações entre Moscou e Oslo

    CC0 / Flickr/Governo do EUA/Staff Sgt. Steve Cushman
    Europa
    URL curta
    16010

    A decisão da Noruega de prolongar o aquartelamento de fuzileiros navais dos EUA no seu território afetará de modo negativo as relações com a Rússia e pode aumentar a tensão no flanco setentrional da OTAN, informa a Reuters citando a embaixada russa em Oslo.

    Anteriormente, as autoridades norueguesas haviam informado que 330 fuzileiros navais americanos permanecerão no país até 2018.

    "Consideramos que este passo contradiz à política norueguesa de não aquartelamento de militares estrangeiros em tempo de paz", cita a Reuters a declaração da embaixada.

    Este passo "faz da Noruega um parceiro pouco previsível e pode também aumentar a tensão na região levando à desestabilização", acrescenta o comunicado à Reuters.

    Trezentos fuzileiros navais norte-americanos chegaram à Noruega em janeiro para participarem dos treinamentos de seis meses com base no acordo bilateral na área dos treinamentos militares.

    Mais:

    Oslo fica furiosa com venda de seu caça para um bilionário americano
    Noruega diz que, se desmatamento na Amazônia cair, repassará mais recursos ao Brasil
    Em visita à Noruega para falar sobre questão ambiental, Michel Temer ignora meio ambiente
    Tags:
    fuzileiros navais, treinamento militar, Oslo, Moscou, Rússia, EUA, Noruega
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik