11:59 18 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Bombardeiro B-52 da Força Aérea dos EUA

    Bombardeiros de culto da era da Guerra Fria participam de grandes exercícios nórdicos

    © AFP 2017/ Paul Crock
    Europa
    URL curta
    5261019

    Anteriormente nesta semana, os grandes exercícios militares pan-nórdicos Arctic Challenge foram iniciados em Noruega, Suécia e Finlândia. Além de mais de uma centena de aviões militares, deles vão participar pela primeira vez na história bombardeiros icônicos da era da Guerra Fria.

    Neste ano, os exercícios Arctic Challenge começaram na segunda-feira e vão durar até o dia 2 de junho. Deles vão participar de um a três bombardeiros americanos dos tempos da Guerra Fria B-52H que têm pelo menos 50 anos.

    "Eles não vão aterrissar em nenhuma base, mas participarão de uma missão especial no fim dos exercícios", se lê em um comunicado das Forças Armadas da Noruega.

    Os grandes exercícios da aviação no Norte da Europa vão envolver mais de 1.000 participantes e 100 aeronaves de 11 países e serão recebidos por três países. Os caças, bombardeiros, aviões de transporte e aviação de guerra eletrônica irão decolar das cidades de Bodo na Noruega, Lulea na Suécia e Rovaniemi na Finlândia.

    Dos exercícios participarão diferentes aeronaves militares, incluindo 8 caças F-16 noruegueses, 16 Gripens suecos e 12 caças F-18 finlandeses, bem como 7 Tornado GR4 do Reino Unido, oito F-18 suíços, doze F-15 dos EUA e 6 Mirage e 3 Rafale franceses.

    "Convidámos outras nações aliadas e o interesse foi muito grande", disse o major Vegard Bothun da Força Aérea da Noruega à emissora nacional NRK.

    Os exercícios em questão, que anteriormente foram realizados em 2013 e 2015, não fazem parte dos exercícios da OTAN, mas da Cooperação Defensiva do Nórdico (NORDEFCO). Apesar deste fato, este ano deles participam muitos países-membros da OTAN, como a Bélgica, Holanda, Reino Unido, Canadá, França, Alemanha e dos próprios EUA. Os exercícios Arctic Challenge aumentaram gradualmente sua escala de 5 nações em 2013, para 9 em 2015 e, finalmente, para 11 neste ano.

    ​Esta não é a primeira vez que o bombardeiro B-52 aparece na Escandinávia. Apesar de tudo, esta aeronave impressionante, que é capaz de transportar até 32 toneladas de armas, não é uma visão habitual nos países nórdicos.

    Telegram

    Siga Sputnik Brasil no Telegram. Todas as notícias mundiais do momento em um só canal. Não perca!

    Mais:

    Minidesastre: um único tornado pequeno atinge Noruega
    Noruega desenvolve balas subaquáticas para OTAN
    Como responderá a Rússia à implantação do sistema antimíssil da OTAN na Noruega?
    Tags:
    exercícios militares, exercícios aéreos, F-16, Gripen, F-18, F-15, B-52, Arctic Challenge, OTAN, Suécia, Finlândia, Noruega, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik