19:39 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado polonês durante os exercícios da OTAN na Polônia

    Proximidade perigosa: OTAN inicia manobras militares a 50 km da fronteira russa

    © AP Photo / Alik Keplicz
    Europa
    URL curta
    57720
    Nos siga no

    Em 15 de maio, a OTAN iniciou suas manobras militares Puma na região da cidade de Orzysz, na Polônia, situada a menos de 50 quilômetros da fronteira com a Rússia.

    Mais de 2,5 mil militares, incluindo os representantes do batalhão internacional da Aliança Atlântica, participam dos exercícios da OTAN batizados de Puma. Segundo as declarações do comando, os soldados treinam manobras ofensivas e defensivas.

    A agência PAP indicou que a OTAN empregará tanques, veículos blindados de transporte, meios de artilharia, bem como sistemas de defesa antiaérea.

    "Segundo o cenário, um adversário invadiu o nosso território e os soldados mantêm as linhas de defesa. Eles param o inimigo, realizam um contra-ataque e recuperam os territórios perdidos", comunicou o chefe da 15ª brigada mecanizada, Jaroslaw Gromadzinski.

    Além disso, James Mattis, o chefe do Pentágono, sublinhou ontem que a OTAN tinha intenção de iniciar exercícios militares em resposta às manobras russo-bielorrussas Zapad 2017, que deverão ter lugar em setembro.

    Os batalhões internacionais da Aliança Atlântica estão posicionados no nordeste da Polônia na cidade de Orzysz e na cidade de Bemowo Piskie, onde prestam serviço mais de 800 militares norte-americanos, romenos, britânicos e croatas.

    ​A decisão de instalar tropas aliadas na Letônia, Lituânia, Estônia e Polônia foi tomada durante a cúpula da OTAN em Varsóvia em junho do ano passado. A iniciativa é destinada, segundo a OTAN, a "manter o equilíbrio das forças na região".

    Moscou tinha repetidamente condenado a decisão, afirmando que é uma provocação e estimando que a militarização dos Países Bálticos arrisca desestabilizar o equilíbrio das forças no continente europeu.

    "Qualquer país percebe negativamente um aumento de presença militar estrangeira perto de suas fronteiras. É assim que nós o entendemos", anunciou em janeiro o porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov.

    Mais:

    Material blindado da OTAN mostra suas capacidades na Polônia
    Polônia planeja criar exército para resistir à 'pressão militar russa' sem ajuda da OTAN
    Tags:
    militarização, tropas, tanque, soldados, batalhão, militares, exercício, Puma, OTAN, James Mattis, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar