19:32 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ruas de Gibraltar

    Theresa May comete erro estratégico acerca de Gibraltar

    © Sputnik/ Lucas Rohan
    Europa
    URL curta
    528

    A primeira-ministra britânica Theresa May cometeu um erro estratégico quanto a Gibraltar e foi por isso submetida a duras críticas. O governo britânico se esqueceu de mencionar este assunto na carta a Bruxelas para iniciar as negociações sobre a saída da União Europeia.

    Tim Farron, líder do Partido Liberal Democrata, opina que a omissão do problema pôs o Reino Unido em uma posição desfavorável, segundo o jornal espanhol La Vanguardia.

    Por sua vez, o presidente do Comitê sobre a UE na Câmara dos Lordes, Timothy Boswell, acredita que a falta de um claro compromisso "deixa a porta aberta para que a União considere Gibraltar como um território em disputa".

    Apesar da ausência na carta, o governo britânico assegura que a primeira-ministra se referiu a Gibraltar no discurso perante a Câmara dos Comuns, reiterando que Londres "está absolutamente firme em seu apoio a Gibraltar, seu povo e sua economia".

    Gibraltar se tornou parte do Reino Unido em 1713, e Madrid tem tentado recuperar a península desde então.

    Esta é a razão pela qual o governo espanhol se esforça para "excluir Gibraltar das negociações britânicas sobre o Brexit" e pretende transformá-lo em uma questão separada, bilateral, de acordo com o ministro principal de Gibraltar, Fabian Picardo, citado pela imprensa espanhola.

    Mais:

    Como o 'Reino Desunido' vai sobreviver ao referendo da Escócia?
    Representante russo na ONU: Se o Reino Unido quer consciência limpa, devolvam as Malvinas
    Gibraltar: de base militar estratégica inglesa a destino turístico
    Tags:
    Brexit, Fabian Picardo, Theresa May, UE, Grã-Bretanha, Gibraltar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik