17:33 26 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Bandeira da OTAN

    A que pode levar atividade militar da OTAN perto das fronteiras russas?

    © AFP 2017/ GEORGES GOBET
    Europa
    URL curta
    374930

    A intensa atividade militar ao longo das fronteiras russas cria uma nova realidade e pode levar a uma nova onda da corrida armamentista, comunicou à Sputnik o representante permanente da Rússia na OTAN, Aleksandr Grushko.

    "No seu conjunto, toda essa série de iniciativas, combinada com elevada atividade militar, aqui falo em primeiro lugar dos exercícios e outros treinamentos realizados quase diariamente pela OTAN ao longo das nossas fronteiras, tudo isso cria uma nova realidade. Sabemos da nossa história da Guerra Fria que tal conjugação de planejamento militar e de política leva a uma espiral de corrida aos armamentos, a uma espiral de confrontação, da qual vai ser muito difícil sair", acrescentou Grushko à Sputnik.

    O representante da Rússia adiantou também que a aproximação da infraestrutura da OTAN continua. Segundo ele, no flanco oriental está se registrando o deslocamento de 4 batalhões. "É o assim-chamado programa norte-americano de tranquilização dos aliados, no âmbito do qual está sendo realizada a rotação de uma brigada de tanques dos EUA". 

    "Além disso, no flanco oriental é registrado o deslocamento de mais um conjunto de armamentos para os armazéns da Bélgica, Alemanha e Países Baixos, destinados a mais uma brigada reforçada. É a criação de dois comandos: em Bucareste e em Estetino [cidade no noroeste da Polônia]. É a criação de 8 unidades de coordenação. É o reforço da presença da Força Aérea da aliança nos países bálticos. Havia uma base, agora há três, ou melhor, quatro. É o aumento da presença naval permanente dos países da OTAN no Báltico e no mar Negro", frisou Grishko.

    Segundo ele tudo isso deve ser considerado do ponto de vista político e militar. 

    Mais:

    Atividade naval perto da Rússia: 4 navios da OTAN chegam a porto ucraniano
    Por que todos, menos a OTAN, se dão bem com a Rússia?
    Tags:
    política, reação, posição, aproximação, treinamento, exercício militar, atividades militares, presença militar, iniciativa, OTAN, Mar Negro, Mar Báltico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik