02:10 24 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Porta-aviões Admiral Kuznetsov no Atlântico

    Mais de 50 navios da OTAN escoltaram porta-aviões russo Admiral Kuznetsov

    © Sputnik / Serviço de Imprensa da Frota do Norte/Andrey Luzik/USO EDITORIAL
    Europa
    URL curta
    154445

    Entre cinquenta e sessenta navios da OTAN escoltaram o porta-aviões russo Admiral Kuznetsov durante a navegação do navio em direção às costas da Síria e na rota de regresso, informou o comandante do porta-aviões Sergei Artamonov.

    "É certo que as frotas estrangeiras mostraram seu interesse. Durante toda a marcha registrámos a presença de 50-60 navios da OTAN. Em certas zonas, nosso grupo era acompanhado por 10 ou 11 deles", acrescentou Artamonov ao jornal russo Argumenty i Fakty

    Segundo ele, tal atenção extraordinária não deixa ser lisonjeira para os militares russos. 

    "Isto significa que eles percebem as nossas capacidades e estão respeitando a nossa Frota", acrescentou Artamonov. 

    Recentemente, o porta-aviões russo regressou da Síria à base militar de Severomorsk, no norte da Rússia, junto com cruzador Pyotr Veliky e o grupo de aviação naval.

    Em outubro de 2016 o grupo naval da Frota do Norte chegou ao Mediterrâneo. Desde 8 de novembro, a Frota executou missões antiterroristas junto às costas da Síria. 

    Mais:

    Grandes e poderosos: navios militares russos Admiral Kuznetsov e Pyotr Veliky
    Missão dada, missão cumprida: Admiral Kuznetsov retornou para sua base em Severomorsk
    Tags:
    missão, respeito, capacidade militar, acompanhamento, grupo naval, cruzador, porta-aviões, Pyotr Veliky, Admiral Kuznetsov, OTAN, Síria, Mediterrâneo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar