10:12 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestação em Bucareste, Romênia, em 1º de fevereiro de 2017

    Cerca de 300 mil saem às ruas na Romênia, em quarto dia de protestos

    © REUTERS/ Octav Ganea
    Europa
    URL curta
    24163580

    Cerca de 300 mil romenos, inconformados com as alterações no Código Penal do país e com a decisão de anistiar condenados por corrupção, saíram às ruas, em quarto dia de intensos protestos contra o governo, informou a imprensa local.

    Segundo a emissora Digi24, as maiores manifestações estão na capital da Romênia, onde cerca de 150 mil pessoas ocuparam as ruas do centro cidade. Os manifestantes cantaram o hino romeno. Muitas pessoas levaram bandeiras e cartazes pedindo a anulação das novas medidas. 

    Bonecos de membros do governo, vestidos de presidiários, podem ser observados em diversos pontos da multidão, que entoa gritos de ordem, pedindo a deposição do governo. Até a noite desta sexta-feira, pessoas ainda estavam chegando ao centro de Bucareste.  

    A agência Mediafax revelou que os participantes dos protestos entregaram flores à polícia, em sinal de paz. Não foram registrados incidentes violentos. A agência Agerpres notou que famílias inteiras participam do ato e que há muitas crianças.

    A aprovação das emendas pelo governo da Romênia provocou os maiores protestos no país dos últimos 25 anos. A população teme que, em função das mudanças, políticos presos por corrupção ganhem liberdade. Apesar da crítica popular, primeiro ministro do país, Sorin Grindeanu, declarou nesta quinta-feira que não pretende revogar as medidas, nem renunciar.

    Tags:
    corrupção, manifestações, protestos, Sorin Grindeanu, Bucareste, Romênia, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik