08:23 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Boneco de Donald Trump no Museu de Cera de Madrid

    Ativista do FEMEN invade museu de cera e agarra as partes íntimas do boneco de Trump

    © REUTERS/ Susana Vera
    Europa
    URL curta
    532

    Uma ativista do FEMEN invadiu o Museu de Cera de Madrid e atacou o boneco de cera do presidente dos EUA, Donald Trump, que será incorporado à coleção, segundo informou o grupo de ativismo feminista em sua conta no Twitter.

    Um mulher seminua se aproximou do boneco, colocou a mão entre as pernas de Trump de cera e começou a gritar: "Agarre o patriarcado pelas bolas!", em espanhol e em inglês. Os mesmos dizeres estavam escritos nas costas da ativista.

    ​O ato faz referência à fala do próprio Trump. Em 2005, durante uma entrevista, o atual presidente eleito dos EUA se gabou de poder agarrar as partes íntimas de mulheres por ser uma "estrela". Essa parte da entrevista, amplamente divulgada durante a campanha eleitoral, indignou a maioria dos norte-americanos. No dia da eleição, em 8 de novembro de 2016, duas ativistas do FEMEN invadiram a seção eleitoral, onde Trump estava sendo aguardado. As costas das ativistas apresentavam a mesma inscrição do ato em Madrid. 

    A direção do museu de Madrid disse pretender aumentar as medidas de segurança após a manifestação política. "Eu disse para ela (a ativista) que é bom ela se expressar. Mas não dessa forma. Quando o Trump vier pessoalmente, que ela venha e proteste. Mas não precisa fazer isso com uma estátua", disse o representante do museu.

    O Museu de Cera de Madrid possui cerca de 450 bonecos, entre os quais estão Homem Aranha, Fidel Castro e membros da família real espanhola.

    Mais:

    De topless, ativistas do FEMEN invadem evento muçulmano em Paris
    Washington: estudantes queimam bandeira dos EUA em protesto contra Trump (VÍDEO)
    Washington espera protestos de muitos milhares no dia da tomada de posse de Trump
    Protestos anti-Trump em Portland se transformam em distúrbios, diz polícia
    Tags:
    feminismo, performance, ato, manifestação, Museu de Cera de Madrid, FEMEN, Donald Trump, Espanha, Madrid
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik